SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sábado, 12 Junho 2021, 12:55

Latas

Existem latas de várias formas, cores e feitios. Existem latas de atum, de salsichas, de feijões, de sardinhas, de bolachas, bebidas energéticas, sumos sem gás e com gás. Também há quem coleccione latas quadradas, redondas, rectangulares  com desenhos alusivos a datas e épocas especiais.

Um dia fui a Sevilha e encontrei um senhor que fazia recuerdos de Espanha através das latas de bebidas. Bonito resultado final.

Na praia da Nazaré encontro sempre o homem que cria rádios através das latas. E muito mais haverá produzido através das latas.

Já que estamos a falar de latas, também encontramos muita gente com uma lata dos diabos. O nosso povo costuma dizer aquela famosa frase que todos conhecemos- “ É preciso ter lata! “. E de facto é uma grande verdade. Que o digam os comerciantes das lojas de aldeia que estão cheios de contas em atraso; que o digam os vendedores por conta própria que confiam no comprador e depois nunca mais lhe pagam; que o digam os passageiros dos TUT da linha vermelha que lhes tiraram 2 horas que lhes faziam imensa falta; que o digam as pessoas que esperam horas infinitas nas urgências do hospital de Abrantes podendo serem atendidos em Torres Novas, visto termos um hospital com óptimas condições, mas por manias tiraram-nos as valências a que tínhamos direito.

Digo eu então e terminando este artigo- “ É preciso ter muita lata meus caros leitores”!

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados