SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sábado, 19 Junho 2021, 07:07

Descrença e indiferença

De 31 a 3 de novembro decorreu o peditório nacional contra o cancro no nosso país. Infelizmente o cancro é um vírus que se não for adequadamente tratado pode alastrar-se pelo nosso corpo e matar-nos. Para isso existem os hospitais altamente especializados para este tipo de doenças. E para que se possa dar essa ajuda para o doente ter uma vida digna temos de meter mãos á obra. Não se pode baixar os braços e desistir. O governo devia ajudar mais, claro, no entanto a Liga Portuguesa Contra o Cancro toma iniciativas tais como o peditório nacional, Com esse dinheiro fazem-se investigações médicas no âmbito de aprofundar estudos para combater este mal; E muito mais se faz.

No entanto quem é voluntário tem de ter um sangue de barata para suportar a má educação, a frustração daqueles que se desculpam com a crise, mas que passam a vida nos cafés. Depois há quem diga que fulano tal foi lanchar à custa da lata. Totalmente mentira, pois a lata este ano é nova e está bem protegida. Acho uma falta de respeito para com os doentes oncológicos e suas famílias esta mafia do contra.

Felizmente eu percorri a cidade a pé desde a Escola Maria Lamas até à rua das freiras e estive no sábado de manhã num hipermercado. O meu balanço foi positivo porque houve pessoas que eu nem precisava de falar iam logo depositar a moedinha ou nota na lata. Agradecia com um enorme sorriso, pois sei o que é ter um cancro e passar por todas as etapas de tratamentos e os pós doença. Estou viva e a este peditório só se não puder mesmo é que falto.

Menos indiferença e mais compreensão. Se há causas justas esta é uma delas.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados