SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Domingo, 13 Junho 2021, 23:54

Agosto mês dos Bombeiros Portugueses

Estávamos no virar de página de mais um século em 1900. Paris, cidade luz, preparara-se para ser, temporariamente, a Capital do Mundo.

A Exposição Universal de 1900 foi inaugurada em 15 de Abril desse ano. As novidades começavam com os novos meios de transporte, as novas estações de comboios, o uso da electricidade, tudo novidades.

A primeira linha do Metropolitano de Paris foi inaugurada em 19 de Julho.

Os II Jogos Olímpicos da Idade Moderna também se realizaram em 1900 na cidade de Paris e decorreram entre 14 de Maio e 28 de Outubro.

Nesse mesmo ano, mais concretamente no dia 18 de Agosto, por ocasião da Exposição Universal, decorreu também o Concurso Internacional de Bombeiros, em Vincennes, perto de Paris, para o qual os Bombeiros Portugueses foram convidados pela Federação dos Bombeiros Franceses.

Guilherme Gomes Fernandes, Inspector do Serviço de Incêndios do Porto, agarrou a ideia e a oportunidade desde o primeiro dia. Procurou apoios mas não os encontrou. Mas mesmo assim, a custas suas, depois de ter formado 14 dos seus Bombeiros do Corpo de Salvação Pública do Porto – actual Batalhão de Sapadores Bombeiros – lá partiu para França para responder, com toda a dignidade, ao convite. E assim aconteceu.

A prova consistia na extinção de um incêndio num prédio de 20 metros, com três salvamentos, tendo sido dados 15 minutos pela organização para a sua execução. Os Bombeiros americanos foram os primeiros a prestar provas e demoraram exactamente os 15 minutos. Seguiram-se os Húngaros que cumpriram o exercício em 16 minutos. Portugal foi o terceiro país a entrar em prova e desenvolveu todas as tarefas do exercício em 2 minutos e 56 segundos. Foi extraordinário. O público invadiu o recinto para aplaudir calorosamente os Bombeiros Portugueses. Houve até alguém no meio da multidão que os apelidou de “Bombeiros gatos”. O Presidente da República Francesa saudou a equipa portuguesa dando vivas aos Bombeiros Portugueses e a Portugal. As outras 17 equipas pura e simplesmente desistiram.

Estes campeões do Mundo, quando chegaram a Portugal e mais concretamente ao Porto, foram saudados por uma população orgulhosa dos seus Bombeiros e especialmente do seu Inspector de Incêndios, Guilherme Gomes Fernandes, mais tarde considerado, muito justamente, Patrono dos Bombeiros Portugueses.

Portanto, 18 de Agosto, data histórica dos Bombeiros Portugueses nunca pode ser esquecida e durante muitos anos foi o Dia Nacional do Bombeiro. Mas devido á proliferação de incêndios florestais a partir dos anos setenta, o Dia Nacional do Bombeiro passou a ser comemorado no último Domingo de Maio visto que em Agosto, por norma, infelizmente, os Bombeiros estão ocupados com as operações de combate em todo o Pais.

Agora estamos em 2016 e os Bombeiros Portugueses nas primeiras semanas deste mês de Agosto voltaram a cobrir-se de glória, mas não foi em concurso mas sim no combate ao flagelo sistemático e anual dos incêndios florestais.

Porque o momento ainda é de muito combate, porque o ar ainda está cheio de fumo e até ainda há muito fogo por todo o lado, penso que não é tempo para se estarem a proferir palavras acerca do que tem acontecido, especialmente nos martirizados Distritos do Norte do País. Mas uma coisa é certa. Os Bombeiros, a troco de nada, têm vindo a usar de todas as suas forças, e têm sido muitas, têm vindo a usar o seu saber, e é muito acumulado, a proteger vias e bens do seu semelhante, como aliás fazem todos os dias do ano, só que com muito menos visibilidade porque o dia-a-dia não é tão mediático e os jornais e as televisões têm muito mais com que se entreter no resto do ano.

A terminar, três saudações. A primeira, à memória dos Bombeiros Portugueses de 1900 que na capital da luz se cobriram de glória. A segunda aos Bombeiros Portugueses de 2016 que tão eficientemente têm trabalhado, dia e noite, a favor do próximo, a favor do País que somos nós todos. A terceira, aos países amigos que responderam com aviões pesados ao pedido de auxilio de apoio aéreo para combate aos incêndios florestais, Espanha, Itália, Marrocos e Rússia.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados