SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quarta-feira, 16 Junho 2021, 11:26

Bem prega Frei Tomás…

Ao percorrer a História verifico que a maior parte dos grandes políticos ou dos grandes ideólogos tiveram uma vida sem preocupações e a maior parte deles não teve que ganhar o pão com o suor do seu rosto. Mesmo aqueles que defenderam o povo, os trabalhadores, os humildes (com raras exceções) não tiveram que se preocupar com o que iriam comer amanhã ou depois. Desde José Estaline, De Gaulle, Miterrand ou até grandes escritores e filósofos, raramente encontramos alguns que fizessem aquilo que apregoavam. Esta afirmação não lhes retira algum valor que certamente tiveram.

 No século vinte conhecemos José Mujica, presidente do Uruguai que viveu sempre pobremente. Pensemos nos políticos que tivemos e que influenciaram o rumo da nossa democracia. Quantos tiveram que contar os tostões para viverem? Quantos tiveram dificuldades em pagar as contas no fim do mês? Eu conheci alguns desses no estrangeiro.

 Citando Maria de Fátima Bonifácio “Nascemos numa classe social, como nascemos num determinado país, região ou cidade. Não se muda de classe “por opção”, como quem muda de casaco.”Muitos desses homens de que falo todos nasceram em berço de oiro ou viveram sem dificuldades.

 Aos grandes tudo se lhes perdoa porque sempre podem dizer: “posso, quero e mando”. Mesmo falando em democracia.

 Já não falo na corrupção que passa, a maior parte das vezes, por esses mesmos grandes ou por aqueles que têm acesso ao poder. Por isso a mesma Maria de Fátima Bonifácio, num artigo publicado no jornal “O Público” de 4/7/1918 dizia: “Poucos conceitos serão tão hipócritas como o de “ opção de classe”, para não mencionar nem me demorar no intrínseco absurdo de que a expressão enferma”.

 Se excetuarmos aqueles que por motivos religiosos tudo abandonaram para realmente se dedicarem aos mais pobres, a todos os outros, genericamente falando, se pode aplicar o provérbio: “Bem prega Frei Tomás, faz o que ele diz mas não o que ele faz”.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados