SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Terça-feira, 22 Junho 2021, 00:09

Feira das Velharias

 

Foi no passado domingo, dia 27, que teve lugar no Jardim Municipal mais uma edição da chamada Feira das Velharias.

 

Por ter sido dia de eleições, o movimento de pessoas triplicou, porque muitos torrejanos ausentes, regressaram para exercer o seu dever cívico de votar. Não admira, pois, que a Feira tenha tido um movimento fora do que é habitual. Por outro lado estiveram presentes mais expositores e muitas opções de escolha para os visitantes.

 

Como não podia deixar de ser, visitámos a Feira sempre à procura de Postais Antigos, Selos e Livros. Tivemos por isso oportunidade de falar com alguns dos expositores e que nos disseram que estavam a vender bem, a justificar a presença e alguma despesa. Nem sempre é assim, porque algumas vezes as vendas não dão para as despesas de licença e aluguer do espaço. Mas desta vez tudo estava a correr de feição. Ainda bem, porque o êxito da Feira traz sempre novos expositores com novos materiais.

 

Desta vez perdemos algum tempo nos livros e ainda comprámos «A Mecânica dos Fluídos», de Eduardo Prado Coelho, que aborda questões da literatura, cinema e teoria. Habitualmente gostamos de comprar livros que estejam em bom estado, porque muitos apresentam-se muito mal estimados apesar do preço baixo. Mas nem sempre é assim, porque descobrimos um livro de cinema, em bom estado e logo perguntámos o seu preço. O vendedor não se fez rogado e disse-nos que custava 10 euros. Achei demasiado caro, porque é um livro pequeno e com poucas páginas. Não sei se ele tinha conhecimentos de que era uma obra rara, ou se atirou o preço para ver se pegava. Desistimos e ele nem insistiu sequer. Daí ver-se que as obras mais interessantes custam sempre mais dinheiro. Eles lá sabem porquê.

 

Se a chuva voltar, para onde irá a Feira. Para a antiga Praça do Peixe, é uma alternativa. Mas é um espaço demasiado escondido. Para resultar é sempre conveniente encontrar espaços mais centrais. Mas se não houver, paciência.

 

É bom que a Feira ganhe nova dinâmica, com mais clientes e coleccionadores à procura de alguma raridade para a sua colecção. Se ainda não visitou esta Feira de Velharias, não se esqueça de a visitar, uma vez por mês e com certeza que encontrará qualquer coisa de interesse para a sua colecção.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados