SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Sexta-feira, 25 Junho 2021, 01:29

Gastronomia em Torres Novas

 

Com o mês de Agosto, chega também o Festival da Enguia, que vai ter lugar este fim-de-semana, nos dias 21, 22 e 23, no Boquilobo, mais propriamente no Largo General Humberto Delgado. Uma oportunidade para ver também a Casa Memorial Humberto Delgado, importante espaço museológico duma Figura que marcou a história de Portugal, no período da ditadura do Estado Novo.

 

Naquele Largo se situam os restaurantes especializados e que participam no Festival, que atrai sempre gente de quase todo o País, para virem saborear e comer a enguia ensopada, frita, passando pela enguia grelhada com migas. Pratos que são uma delícia para os bons apreciadores da enguia.

 

Sempre que nos é possível, visitamos um dos restaurantes locais, que é nosso assinante e que tem uma forma particular de nos servir, sempre que ali vamos com pessoas amigas. Para lá de ter várias formas de confeccionar a enguia, é sempre com simpatia que nos recebe a nós e a todos os seus clientes, o que não deixa de ser uma forma de cativar novos clientes. Hoje na gastronomia tradicional, exige-se qualidade e simpatia na forma de atendimento. Apesar do Festival já ir na 13.ª edição, de vez em quando encontramos pessoas que o desconhecem. Sabemos que a Câmara Municipal tudo tem feito para o divulgar, mas há sempre mais qualquer coisa que se podia fazer. Para lá da animação que vai acontecer e da mostra de artesanato, sem esquecer as tasquinhas e a doçaria, todavia devia de haver uma forma de projectar o festival no País e no Estrangeiro, porque sabemos que muitos turistas que nos visitam e gostam da nossa gastronomia, nunca comeram enguias e alguns até nem sabem que peixe é esse.

 

Todos sabemos a força da Televisão, daí os seus custos altos publicitários. Mas as vantagens são muitas. Um comerciante da restauração da nossa cidade, que é nosso amigo e que prima também pela gastronomia tradicional, nos dizia que teve a sorte de a televisão ter falado nos seus pratos e repente começou a receber clientes de quase todo o País, que vinham à procura das suas especialidades. E foi um nunca mais acabar de gente.

 

Temos a questão do cabrito, com o seu festival, que está a merecer uma nova forma de o divulgar. Porque não convidar os jornalistas que escrevem em jornais e revistas, sobre gastronomia, no sentido de o divulgar? Há outras formas de o divulgar, via internet, etc., etc.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados