SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Domingo, 20 Junho 2021, 16:29

Trump, trumpinhos e trumpitos

“Tem parentesco com as hienas e todas as hienas serão tuas amigas” Provérbio africano

Sobre Trump e sua política ecoterrorista pouco haverá a dizer que não tenha já sido dito. Talvez seja apenas de acrescentar que, se bem que incomparavelmente menos sanguinário que os terroristas do DAESH, o terrorismo contra o ambiente tem consequências bem mais abrangentes, já que virtualmente atingirão toda a humanidade (a começar pelos compatriotas do big President). Infelizmente, Donald Trump não está só na sua cruzada contra a biosfera. Putine e Erdogan já vieram, publicamente, associar-se à falsa ciência inspiradora do atual presidente ianque. Mas nem só os grandes ameaçam o nosso planeta. Temos por aí uma plêiade de pequenos e médios poluidores: são os “trumpinhos” que, dentro dos seus modestos recursos, vão contribuindo paulatinamente para a destruição da nossa casa comum. E nem é preciso erguer o olhar para além da nossa urbe. A ribeira da Boa (!) Água vai correndo porca, malcheirosa, venenosa, assassina e … impune. Esta gente faz o que pode para se juntar ao movimento ecoterrorista mundial. E faz muito, porque o pouco de muitos dá em muitíssimo. Mas neste país ele há leis que protegem o ambiente! E até há cargos no governo indigitados para fazer respeitar essas leis!! E até já se deslocou a Torres Novas, duas vezes (!), o Secretário de Estado do Ambiente, no espaço de um ano, por mor da tal ribeira martirizada. E o resultado? Nenhum. Ficamos a saber que destes governantes, incumbidos de nos proteger dos trumpinhos poluidores, podemos esperar, na melhor das hipóteses, a inação. São os “trumpitos”, travestidos em defensores do ecossistema, mas que dão azo a que os vejamos como quintas colunas dos agentes agressores. E fazem parte dum Governo que se diz empenhado em cumprir o Tratado de Paris, de que Portugal é signatário! Ao menos Trump assume a sua face de poluidor mor do planeta e não se faz passar por amigo do ambiente! E que dizer do poder da Assembleia da República, que inequivocamente (e inutilmente) se pronunciou a favor da resolução deste despautério? E do respeito que lhe merece o poder executivo? De que credibilidade se julgarão merecedores os políticos envolvidos neste “carnaval”?

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados