SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Domingo, 20 Junho 2021, 10:26

Encontro de Bandas Filarmónicas nos Riachos

 

No âmbito das comemorações dos 125 anos da Sociedade Velha Filarmónica Riachense, realizou-se no domingo, dia 26 de Abril à tarde, um Encontro de Bandas. “É um encontro de confraternização entre Bandas”, disse Dulce Sá ao Almonda.

 

Pelas 16 horas, cada uma por sua vez e vindas de diferentes artérias da vila de Riachos, chegavam ao largo Manuel Simões Serôdio, as três Bandas convidadas: a Sociedade Artística e Musical da Bajouca, e as Filarmónicas de Montargil e da Casa Pia. Feitos os cumprimentos entre maestros e Bandas, tocando casa uma delas o seu hino, deu-se início ao concerto na Casa do Povo.

 

Mais de um século de vida, com altos e baixos, mas presentemente a atravessar uma fase muito boa, nas palavras da presidente da SVFR. “São 125 anos com altos e baixos, felizmente nos últimos anos sempre em alta.

 

O número de elementos fala por si e o trabalho desenvolvido também. Actualmente a Banda é composta por 63 elementos e nos últimos anos, por altura do aniversário da Banda, temos estreado sempre com novos elementos a tocar.”

 

Este dia de encontro entre Bandas insere-se num vasto programa de iniciativas que vão até Outubro. “O dia de hoje, insere-se no aniversário da Banda. E à semelhança do que aconteceu o no aniversário dos 120, planeámos um evento para cada mês do ano, e assim começámos em Março e iremos até Outubro. No mês de Abril escolhemos o dia de hoje para fazer um encontro de Bandas.

Domingo, dia 3 de Maio vamos estar no Pingo Doce, para nos associarmos a este hipermercado nas comemorações do Dia da Mãe. No dia 10 de Maio, vamos estar no Teatro Virgínia, onde juntamente com a Banda vamos ter dois convidados, a Célia Barroca e um cantor lírico, o Pedro Tavares.

Dia 21 de Maio, Quinta Feira da Ascensão, teremos uma participação nas comemorações da elevação de Riachos a Vila. No dia 23 de Maio iremos participar num encontro de Bandas na Figueira da Foz. Em Junho temos a festa do nosso padroeiro por ai fora…”, adiantou Dulce Sá.

 

Curiosamente a trata-se de uma Banda muito jovem, com meninos e meninas com idades muito novas. De onde vem este entusiasmo por parte dos jovens riachenses? Perguntámos à presidente.

“É uma banda muito jovem onde a média de idades ronda os 17 anos. Todos os componentes são de Riachos e foram formados na nossa Escola, até o Maestro foi formado na nossa escola. Não há segredos para este entusiasmo por parte dos jovens. Uns chamam os outros. E a nossa música cativa, fica no ouvido e assim vamos desmistificando que a Banda Filarmónica não é apenas composta por pessoas mais de idade. Os nossos jovens trabalham afincadamente e com gosto nas peças que vão do mais ligeiro até ao mais clássico. Concluiu Dulce Sá.

 

Célia Ramos

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2021 © Todos os direitos reservados