SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Terça-feira, 11 Agosto 2020, 01:04

Gastroenterite Aguda

O que é a Gastroenterite Aguda (GEA)? A gastroenterite aguda é uma infeção do trato gastrointestinal caracterizada pela alteração da consistência das fezes (líquidas ou semilíquidas) associada, ou não, a um aumento do número de dejecções diárias (3 ou mais nas 24h). Habitualmente, a diarreia dura menos de 7 dias. O que causa a GEA? A GEA pode ser causada por vírus, bactérias ou parasitas.

Em Portugal, nas crianças até aos 5 anos, cerca de 31% dos casos são devido a infeção pelo Rotavírus. Já nos adultos, o Rotavírus e o Norovírus são os agentes mais frequentes. A GEA bacteriana é menos frequente mas quando surge, as bactérias mais comuns são a Salmonella ou a Escherichia coli. Habitualmente são mais agressivas, apresentando sintomas mais graves. A GEA por parasitas são mais frequentes nos países em desenvolvimento devido à carência de saneamento básico e condições de higiene.

Quais os sintomas? O principal sintoma é o aparecimento de diarreia líquida. Podem associar-se dores abdominais ou náuseas. Os vómitos e a febre podem estar ausentes, surgir antes da diarreia ou depois da diarreia. Por vezes, nas crianças em determinados períodos do ano, as GEA por agentes virais podem associar-se a sintomas respiratórios. Muitas vezes, podem levar a desidratação. Se surgir sangue ou muco nas fezes, pode indicar gravidade, pelo que a pessoa deve ser observada por um médico. Que cuidados deve ter para tratar a GEA? Quando tiver diarreia, deve fazer pausa alimentar de cerca de 34h e hidratar-se bem, bebendo pequenas porções de água de cada vez (pode beber água simples, água com açúcar, água de arroz, chá com açúcar).

Pode tomar um soro de hidratação oral. Se voltar a vomitar ou ter diarreia, volte a realizar nova pausa alimentar de cerca de 2h. Após a pausa, pode introduzir gradualmente e lentamente: tostas, pão torrado, fruta cozida ou assada, pêras, maçãs ou bananas maduras, sopa ou caldo de arroz e cenoura, carnes brancas, peixe grelhado ou cozido acompanhados de arroz branco, cenoura ou batata cozida mas sem gordura (azeite, ou outros). Como prevenir? A transmissão da GEA é feita por via fecooral. Por esse motivo devem ser adotadas as seguintes medidas preventivas: lavar e secar sempre bem as mãos; manter a casa de banho limpa e desinfetada (se houver alguém com GEA em casa, os cuidados de limpeza devem ser intensificados até a pessoa ficar sem sintomas); ter cuidado no manuseamento de carnes, ovos ou outros alimentos; guardar os alimentos crus ou aqueles que necessitem, a baixas temperaturas; se viajar não beba água da torneira; se viajar para países sem saneamento básico adequado beba sempre água engarrafada e lave os dentes recorrendo a essa mesma água e evite pedir bebidas com gelo.

Nas crianças, pode realizar-se a prevenção com a administração, nas primeiras semanas de vida, de uma vacina contra o Rotavírus. Caso tenha febre alta, diarreia com sangue ou muco, diarreia grave (> 10 episódios por dia), diarreia há mais de 14 dias, se se tratar de uma pessoa idosa com várias patologias ou se, apesar da adoção das medidas gerais descritas não melhorar, deve entrar em contacto com o seu Médico de Família para que possa ser observado.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2020 © Todos os direitos reservados