SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Segunda-feira, 28 Setembro 2020, 12:38

Doença coronária

Por: Dr.ª Inês Pilar

As doenças do aparelho circulatório são a principal causa de morte em Portugal tendo representado 29,3% das mortes em Portugal em 2017. O que é? Caracteriza-se pela obstrução das artérias que fornecem sangue ao coração, através da deposição de placas de ateroma que podem aumentar ao longo dos anos e consequentemente diminuir o fluxo de sangue, provocando um enfarte agudo do miocárdio ou angina de peito. Na angina de peito a irrigação de sangue ao miocárdio (músculo do coração) diminui transitoriamente (especialmente quando faz esforços). Já no enfarte ou chamado ataque cardíaco esta diminuição de irrigação é mais prolongada, provocando necrose ou morte das células musculares cardíacas.Quais são os fatores de risco?

As placas são maioritariamente formadas por colesterol, gorduras e cálcio, sendo um dos fatores de risco a presença contínua de colesterol aumentado no sangue. O tabaco, sedentarismo, diabetes, hipertensão arterial, obesidade e stress são outros fatores de risco para desenvolver a doença coronária. Quais são os sintomas? Inicialmente os sintomas são modestos. No entanto, em fases mais avançadas pode sentir falta de ar, cansaço, dor torácica, sensação de aperto, dor irradiada ao ombro esquerdo, costas ou queixo. Na angina de peito os sintomas são transitórios, no entanto no enfarte são persistentes, sendo este ultimo uma emergência médica. Se sentir estes sintomas peça ajuda e ligue 112 de forma a ser encaminhado o mais rapidamente possível ao serviço de urgência. Como posso prevenir? É de extrema importância evitar o aparecimento desta patologia ou atrasar o crescimento das placas de colesterol. A prevenção é feita através da adoção de um estilo de vida saudável. • Pratique exercício físico de forma regular (3 a 4 vezes por semana); 

• Mantenha o “peso ideal”; 

• Diminua o consumo de álcool para 1 copo pequeno de vinho por dia nas mulheres e 2 nos homens, de preferência ao almoço;

• Adote uma alimentação varia- da com a ingestão diária de fruta e hortícolas ricas em antioxidantes, consumo semanal
de peixe, frutos oleaginosos e óleos vegetais, leguminosas e cereais; 

• Deixe de fumar e evite a exposição ao fumo passivo;

• Reduza o consumo de sal;

• Faça uma gestão diária do seu stress.

As doenças crónicas, como a diabetes, a hipertensão e os níveis de colesterol no sangue devem ser controladas, para isso deve seguir o aconselhamento do seu Médico e Enfermeiro de Família, realizar os exames necessários e tomar a medicação prescrita. Na USF Cardilium encontrará uma equipa que o ajudará a esclarecer sobre esta patologia. Se tem dúvidas ou receios agende uma consulta com o seu Médico de Família.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2020 © Todos os direitos reservados