SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quarta-feira, 23 Setembro 2020, 11:32

T. Novas, 2 – Alcanenense, 1: Uma vitória sofrida…

 

Em tarde amena e pouco público, os amarelos defrontaram uma equipa mais poderosa e com outra experiência e que veio disposta a pontuar no municipal e se possível vencer. E pode dizer-se, apesar dos torrejanos terem vencido com algum merecimento, o Alcanenense só perdeu o jogo porque falhou no início da 2.ª parte, ao consentir aquele golo inesperado.

 

Com um Plantel reduzido e com alguns titulares lesionados – Ricardo, Sudesh, Nélson, etc. – o Torres Novas vai ter muitas dificuldades fora de portas, porque tem uma equipa jovem e com jogadores muito inexperientes. Este jogo mostrou isso mesmo, com a equipa amarela a não conseguir sair da sua área, perante o sufoco do adversário. É bom não ter ilusões, porque as dificuldades vão acontecer em todos os jogos, perante equipas mais potentes e com outra experiência.

 

O Torres Novas entrou muito mal neste início de jogo, com o Alcanenense a responder com maior domínio, mais velocidade e a criar dificuldades à defensiva da casa. Paz Miguel o melhor jogador em campo – foi uma peça fundamental na defesa e no meio campo, evitando que a sua equipa sofresse golos. Todavia não conseguiu evitar que o adversário marcasse ao minuto cinco, perante tantas facilidades. Pode dizer-se que este golo, demasiado cedo, era justo, por aquilo que o Alcanenense vinha fazendo. O Torres Novas demorou tempo a equilibrar a partida, porque a equipa ainda não funciona em pleno. Vive mais de alguns rasgos individuais de certos jogadores. Alguns passaram ao lado do jogo neste 1.º período. Falta a esta equipa clarividência.

 

Joaquim Canais Rocha

 

 

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2020 © Todos os direitos reservados