SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quinta-feira, 26 Novembro 2020, 04:17

Atleta torrejana Joana Lopes é promessa no desporto

 

Apesar dos seus 18 anos a Joana Lopes, atleta torrejana é já uma promessa na área do desporto e um motivo de orgulho para o concelho. No último fim-de-semana de Fevereiro a atleta destacou-se,  mais uma vez, ao melhorar o seu recorde pessoal dos 60 metros planos.

 

Natural de Carvalhal de Aroeira, freguesia de S. Pedro, Torres Novas, é estudante do 1º ano de Fisioterapia na Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal.

Ao longo de quatro anos de atletismo federado, Joana Lopes está a fazer a segunda época pelo CLAC (Clube de Lazer, Aventura e Competição do Entroncamento).

 

No último fim-de-semana de Fevereiro, a atleta participou em Espinho, em mais uma edição dos Campeonatos de Portugal de Pista Coberta, organizados pela Federação Portuguesa de Atletismo. Foi a primeira vez que o CLAC levou a estes campeonatos nacionais de inverno quatro atletas, Joana Lopes alinhou nos 60 metros planos, nos 200 metros planos e na estafeta de 4×400 metros, em conjunto com as outras três atletas e destacou-se com um excelente recorde pessoal alcançado por nos 60 metros, com 8,01 segundos, que lhe permitiu ficar num honroso 6º lugar da sua eliminatória. Nos 200 metros, onde participou pela primeira vez a este nível, a nossa Joana obteve o honroso 4ºlugar na sua série.

 

A entrada no mundo do desporto deu-se aos 2 anos de idade por aconselhamento médico na natação, passando depois pela ginástica e só mais tarde, o atletismo. “Iniciei-me nesta modalidade  pelo desporto escolar quando frequentava o 5º ano de escolaridade, ou seja, com 10 anos, começando numa fase inicial pelos corta-matos escolares. Optei por me federar aos 14 anos, e nessa altura comecei a participar em competições organizadas pela Associação”, explicou Joana Lopes.

 

No quarto espaço de tempo de  quatro anos a atleta torrejana já alcançou diversos momentos altos e tem já um currículo que se apresenta como promissor. “Até a data considero que um dos meus melhores momentos foi a entrada no percurso de alta competição, para o qual entrei através da realização de mínimos na prova de 300m barreiras estabelecidos pela Federação Portuguesa de Atletismo. Esta modalidade tem diversas disciplinas, entre elas a velocidade, barreiras, saltos, meio-fundo, fundo e marcha. Dentro destas eu faço as provas de velocidade e barreiras” disse Joana Lopes.

 

Célia Ramos

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2020 © Todos os direitos reservados