SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quarta-feira, 23 Setembro 2020, 10:14

Acordeãos no Museu juntaram música e História

O Choral Phydellius levou uma aula de acordeão até ao Museu Carlos Reis, para ir ao encontro do público e proporcionar aos alunos uma aula em ambiente diferente, na quarta-feira, dia 21. A aula foi dada pelo Professor Acácio Teixeira que deu a conhecer um pouco sobre a história do instrumento.

O “Acordeon” é um instrumento bastante vulgarizado, embora, na verdade, a maioria das pessoas desconheça a sua recente história. Em comparação com outros instrumentos até é mais recente do que se poderia imaginar. Como indicou o professor é «um instrumento maravilhoso mas que é desconhecido».

O instrumento é movido a ar e tem um interessante sistema de foles. Tem cerca de 200 anos, nasceu em 1829 e foi inventado por um austríaco, apesar de ter origem num outro instrumento, chinês, conhecido por “Sheng”. A busca de um instrumento portátil surgiu já no período barroco, para que pudesse servir de instrumento de acompanhamento nas igrejas. Os organistas procuravam um órgão que fosse portátil.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2020 © Todos os direitos reservados