SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Quarta-feira, 5 Agosto 2020, 14:23

Abordagem holística

Gosto de palavras e de conceitos. As primeiras porque transmitem imagens, os outros porque ajudam a compreender as causas. A primeira vez que tropecei nesta palavra foi há alguns anos a propósito da paisagem. Portugal é Lisboa e o resto é paisa- gem. Esta é uma frase feita, supostamente dita, ao que dizem, sem ter sido escrita nos livros dele, por Eça de Queiroz. Mas o conceito terá sido abordado pelo Ega, nos Maias, quando diz que Lisboa é Portugal, fora de Lisboa não há nada*. A frase ficou e ainda hoje falamos da regionalização! Voltando à palavra. É tramado quando encalhamos numa e não compreende- mos o significado! Fui à procura evidentemente; já lhes digo! Vem esta crónica sobre palavras, conceitos e paisagem a propósito de um passeio pequeno que dei no outro dia, no final do dia. Foi mesmo aqui, abeirado a Torres Novas, a meio caminho da Meia Via. Um entardecer de inverno ao mesmo tempo ameaçador, com nuvens escuras a nascente, e tranquilo no sol poente, quase ao rubro. Subi ao cume da encosta, desci ao vale. Vi a cidade ao longe, já iluminada. Ao pé carvalhos mais imponentes que sombras chinesas, a água nos terrenos enlameados, com searas a crescer, um bando de gralhas pretas, que não se calam, nem quando vão dormir. Lembro-me que pensei: que bom seria se todos tivéssemos, no mundo todo, um trecho de paisagem assim, tão serena, tão equilibrada. É este o conceito de paisagem em que o relevo, o clima, a água, as plantas, os animais o próprio homem, interagem com vantagens mútuas. O todo, mais que a simples soma das partes. Afinal, uma abordagem holística.
* Fernandes F., Ferreira J., Frases que fizeram a história de Portugal, p. 183.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2020 © Todos os direitos reservados