SEMANÁRIO REGIONALISTA DE TORRES NOVAS | FUNDADO EM 1918 | ANO CI | Diretor: Nuno Vasco Batista Nunes | Domingo, 9 Agosto 2020, 10:04

Afinal, é só especialistas!

Se há coisas que me perturbam e me irritam, uma delas é a capacidade generalizada de muitas pessoas se acharem especialistas. Sem o serem. Se as pessoas se formam ou especializam, é porque já acumularam alguns anos de aprendizagens e experiências que as definem como especialistas em determinada área. Dessas aprendizagens e experiências, depois, encontramos os resultados, os quais constatam, de facto, que as pessoas sabem o que fazem. Cada vez mais leio e oiço comentários acerca das mais variadas temáticas. Comentários críticos, duros e sem fundamento. Chamemos-lhes pelo verdadeiro no- me: bitaites. Ora, os bitaites, em pleno século XXI, proliferam que nem ratos. Os bitaites de quem critica uma marca automóvel, por ter o motor de outra (bitaites de quem não percebe de mecânica). Os bitaites contra determinado design (bitaites de quem nem sabe o que é um vetor).
Os bitaites contra nutricionistas (bitaites de quem apenas vende produtos). Os bitaites contra estratégias de Marketing (bitaites de quem nem sabe o que é um público-alvo). Na área da Comunicação, como em tantas outras, os bitaites são uma constante. Até me admiro com a ausência de um dia comemorativo só para o bitaite, um género de Dia Mundial do Bitaite. Penso que é isto que faz falta. Ou, então, que as pessoas se possam dedicar mais à sua especialidade. E aproveitar as oportunidades (e criá-las, já agora). Em vez de criticarem quem trabalha e estudou, um dia, para ser especialista (e não bitaitista). E antes de ouvirem algum bitaite que vos leve a crer que este texto foi gerado por causa de bitaites dados sobre ou contra o meu trabalho, eu esclareço: não, só me apeteceu mesmo escrever sobre isto.

Partilhe!
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on reddit
Reddit
Jornal O Almonda, 2020 © Todos os direitos reservados