Home > Fernando Pereira

Milho amarelo

Azinhaga, Mato de Miranda, Pombalinho. Campo que já foi olival. Dantes havia sardões – disse o Prémio Nobel. Adiante! Não interessa pensarmos demasiado no passado, pode ser sinal de caminhar pra velho! O projeto tem que se lhe diga. Uma nova agricultura: produzir biodiversidade continuando competitiva e economicamente sustentável. Do séc.

Read More

KM71

À saída da Golegã para a Azinhaga. A fauna do costume. Pela expoégua. Do lado de lá da estrada, no estacionamento encostado ao milho, à sombra grande dos plátanos: um acampamento de ciganos. Picadeiro improvisado, alguns cavalos, um cavaleiro, raparigas de longos cabelos negros. A seguir ao museu da fotografia quando se desce em direção à

Read More

A pinheira

Paro o carro debaixo da árvore. Saio. No miradouro aberto sobre a paisagem, empedrado, está um homem sentado. Bom dia. Bom dia. No ar está suspensa uma humidade que torna tudo muito limpo. Bonita vista…. Concorda comigo mas não se levanta, fica de costas, virado às casas. Uma pessoa que esteja aqui todos os dias já deve estar habituada… Levanta-se finalmente

Read More

Eleições

No próximo domingo vamos escolher os nossos representantes. Porventu- ra porque os conhecemos, nestas eleições, a abstenção é menor, sem deixar de ser elevada. Esta contradição da democracia, a decisão de alguns que vai condicionar o destino de todos, foi abordada por Saramago no romance Ensaio sobre a Lucidez: 3 partidos, PDE (partido da esquerda),

Read More