Home > Música > Orquestra de sopro da Maria Lamas abriu novo ano letivo nesta escola

Orquestra de sopro da Maria Lamas abriu novo ano letivo nesta escola

O ano letivo da Escola Secundária Maria Lamas não poderia começar de melhor forma. Na noite de sexta-feira, dia 14, a Orquestra presenteou todos os presentes que se quiseram associar a este momento com um concerto de verão.

Em Dezembro de 2011 a Orquestra de Sopro da Maria Lamas fez a sua primeira aparição pública, com um concerto que realizou no pavilhão da escola, desde então nunca mais parou de surpreender.

Os elementos que a compõem são jovens oriundos de todo o concelho e que de alguma forma estiveram ligados à escola.

Esta orquestra nasceu da vontade em juntar alunos e ex-alunos da Escola Secundária Maria Lamas e com eles fazer um projecto musical conjunto. Participaram neste concerto de verão 72 músicos de todas as Bandas Filarmónicas do Concelho, de cinco escolas distintas e com membros que vão desde a escolaridade do 6º ano até a universitários.

O professor José Carlos Reis e Silva, coordenador do projeto explicou como tudo começou.

“Constatei que na Escola Secundária de Maria Lamas não havia formação musical. Fundei então o Projeto Musicando-Saberes que teve um sucesso retumbante, promovendo seis festivais na escola. No ano seguinte, estendi o projeto a nível nacional, com a adesão de 28 Escolas. No entanto, notei que os alunos das Bandas nunca participavam nos festivais, sendo que são artistas com alta formação musical. Insisti com eles mas as iniciativas foram sempre goradas. Até que, no dia da inauguração do novo Centro Escolar de Pedrógão, escutei um grupo de clarinetes. No final, dirigi-me a eles e convidei-os de novo para formarem um grupo musical na Escola secundária Maria Lamas. Não responderam, mas um jovem que estava por perto e que não conhecia, de seu nome Ivo Santos, escreveu-me e declarou que não se importava de reger. O resto é história. Foi a iniciativa, tenacidade, entusiasmo do Maestro Ivo Santos que fizeram a Orquestra de Sopro Maria Lamas”, explicou o coordenador do projeto.

A caminhada feita já desde o ano passado tem sido bastante positiva. O professor José Carlos, com sentido de humor fala do caminho percorrido e não se esquece de ressalvar o apoio da direção da escola para com este projeto.

“O entusiamo dos membros e o seu espírito de sacrifício, a capacidade de liderança e de relações humanas do Maestro Ivo Santos, a liderança e apoio da Professora Catarina Craveiro, diretora da Escola Maria Lamas, sempre pronta a apoiar e a tomar responsabilidades, aceitar os erros e colmatar brechas, fizeram com que eu pouco tivesse que fazer. Às vezes, até vou arrumando umas cadeiras só para me sentir a trabalhar!”

Célia Ramos

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *