Home > Música > Escola de Música da Banda Operária Torrejana inicia no dia 6 de outubro

Escola de Música da Banda Operária Torrejana inicia no dia 6 de outubro

Destinada a pessoas com mais de 8 anos de idade, que prentendam aprender um instrumento musical, a  nova escola de Musica da Banda Operaria Torrejana,”e-contrArte”  nasceu no ano de 2007. A Escola de Música da BOT  tem como objectivo principal o ensino e a divulgação da música aos jovens e adultos da região, para que posteriormente ingressem como novos músicos nesta associação.

Terminado o período de formação, os alunos que sejam considerados aptos pelo seu professor e o coordenador musical (Maestro), são convidados a ingressar na Banda e assim se iniciarem nos ensaios e na adaptação à sua nova situação de músico em grupo.

“O objetivo da Escola de Música da Banda Operária Torrejana, BOT é o ensino e a divulgação da música aos jovens e adultos da região. Esta divulgação é feita por atividades no sentido de sensibilizar os jovens para aprenderem música e depois posteriormente ingressarem como elementos da Banda”, explicou a O Almonda Rosário Marcelino, presidente da BOT, que termina o seu mandato em novembro próximo.

No último ano ingressaram na Banda quatro músicos dos 22 que frequentaram a Escola de Música.

Pretende-se assim promover a formação dos jovens, ao mesmo tempo que, se tenta desta forma assegurar o futuro “desta centenária Banda Filarmónica”

Para divulgar e promover a Escola de Música, a  BOT esteve no dia 11 deste mês no Centro de Bem Estar Social da Zona Alta onde fez uma demonstração da música que faz. “Quero agradecer a generosidade com que o CBESZA acolheu a BOT e esta iniciativa de divulgação da Escola, e que contou com a presença de 50 crianças da instituição”, disse a presidente.

A Escola de Música abrirá as portas no dia 6 de Outubro com três períodos, que coincidem com os escolares. Os alunos serão avaliados no final de cada período e é atribuída uma nota, tendo em conta a assiduidade e a aprendizagem.

“Estamos a organizar as classes consoante o número de inscrições e instrumentos disponíveis, que são emprestados aos alunos que frequentam a Escola, e posteriormente para a função do músico na Banda”, explicou.

Célia Ramos

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *