Home > Sociedade > “Questões financeiras” na origem da supressão de duas linhas do TUT

“Questões financeiras” na origem da supressão de duas linhas do TUT

Conhecida a decisão da Câmara de suprimir duas linhas do TUT, amarela e lilás, em reunião de Câmara privada de 31 de Julho, “O Almonda” contatou Pedro Ferreira, o vice-presidente da Câmara, para que desse a conhecer os motivos desta supressão.

A supressão das linhas acontece por «questões financeiras», justificou o autarca, pois ao longo dos anos as linhas têm sido «deficitárias» e aquelas duas dão «grande prejuízo», explicou.

Pedro Ferreira aproveitou para criticar a CDU por ter vindo a terreiro «descartar-se» da decisão quando na reunião de câmara ter ficado evidente que a supressão das linhas era inevitável por darem «grande prejuízo». Para não aumentar o preço dos bilhetes a Câmara decidiu cortar na despesa, suprimindo as linhas amarela e lilás. Pedro Ferreira compreende que as populações a quem os TUT serviam fiquem afetadas, mas reforçou a ideia «era insuportável» e a sua manutenção apenas poderia ser assegurada se a Câmara estivesse «a nadar em dinheiro».

LML

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook