Home > Sociedade > O apagão analógico da TV já começou

O apagão analógico da TV já começou

Na quinta-feira, dia 12, as populações de 25 concelhos dos distritos de Lisboa, Setúbal e Beja deixaram de ter televisão analógica. Foi a primeira fase do início da Televisão Digital Terrestre (TDT), que se vai estender a todo o território nacional até 26 de Abril.

Inicialmente, estava previsto que deixasse de haver televisão analógica em todo o litoral naquela semana, mas o atraso na compra dos equipamentos necessários para receber o sinal digital levou a ANACOM a desdobrar a primeira fase de “apagamento”, «para garantir uma melhor operacionalização e monitorização» do processo.

Pequena resenha histórica da televisão em Portugal

Quando Portugal assistiu às primeiras emissões de televisão, em 1957, a emissão era feita por emissores analógicos. Quem quisesse ver televisão necessitava de ter uma antena analógica orientada para o emissor mais próximo e ligada à televisão.

Em 1992 iniciaram em território português as primeiras emissão de televisão por cabo. Com esta tecnologia, ligava-se à televisão o cabo que a empresa fornecedora de serviços de televisão instalava em casa, em vez do cabo que ligava à antena. Com esta tecnologia nem sequer era necessária uma antena.

Mais tarde vieram as emissões de televisão por parabólica e recentemente por IPTV (através do cabo do telefone).

O que é a Televisão Digital Terrestre (TDT)?

A TDT é uma nova forma de emissão de televisão, que vem substituir a emissão analógica que começou em Portugal em 1957, e que ainda hoje se mantém.

Célia Ramos

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *