Home > Sociedade > Olaia espera médico há cinco meses

Olaia espera médico há cinco meses

 

Na Olaia espera-se a vinda de um médico para a extensão de saúde há cinco meses. A Assembleia de freguesia reuniu em sessão extraordinária, a 21 de Janeiro, para debater o assunto, de onde saiu uma moção aprovada por unanimidade endereçada ao ministério da saúde, administração regional de saúde de Lisboa e Vale do Tejo, ao agrupamento de Centros de Saúde de Serra D´Aire, à Assembleia Municipal e Câmara de Torres Novas. Na extensão de Saúde da Olaia/Lamarosa há apenas uma médica ao serviço para três mil utentes.

 

Nessa moção os autarcas da assembleia de freguesia manifestam o seu desagrado pela demora da vinda de um médico, que se arrasta há cinco meses, facto que consideram ser «profundamente lesivo» para os interesses da população. Lembram que a extensão de saúde serve não só a freguesia, mas também os lugares vizinhos e lamentam a existência «de um impasse», que não permitiu ainda a vinda do médico.

 

Nesta altura decorre também um abaixo-assinado junto à população, promovido pela Comissão de Utentes de Saúde do Médio Tejo, e pensa-se já em realizar outras acções de protesto, nomeadamente com uma vigília que ainda não tem data marcada.

 

Em declarações a “O Almonda” o Presidente da Junta de Freguesia da Olaia, Helder Rodrigues, informou que já recebeu garantias do Director do ACES, Pedro Marques, de que a sua freguesia iria ser contemplada com mais um médico. Contou ainda o responsável da freguesia que tem conhecimento de que o médico até está «desejoso em vir para cá», mas que ainda não conseguiu a transferência da ARS Centro onde se encontra agregado para a ARS de Lisboa e Vale do Tejo. Informou ainda que na quinta-feira anterior à reunião houve «contactos com o director da ARS de Lisboa e Vale do Tejo, Dr. Luís Afonso, no sentido de procurar agilizar o processo».

 

Luís Miguel Lopes

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook