Home > Sociedade > Greve dos trabalhadores de impostos obrigou ao fecho da repartição de Torres Novas

Greve dos trabalhadores de impostos obrigou ao fecho da repartição de Torres Novas

 

A greve dos trabalhadores dos impostos, que ocorreu na quinta-feira, dia 11, teve segundo o Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos uma adesão perto dos 40 por cento no distrito de Santarém, estando encerrados os serviços do Cartaxo, Golegã, Mação e Torres Novas.

 

Marcelo Castro, vice-presidente do sindicato, disse que a adesão no distrito de Santarém esteve “abaixo das expectativas”, mas ainda assim num nível “aceitável”. Segundo explicou, além dos quatro serviços que tiveram de encerrar por falta de pessoal, há outros que funcionaram de forma limitada, uma vez que apenas compareceram “duas ou três pessoas”.

 

O protesto dos trabalhadores dos impostos iniciou-se no passado dia 3, com uma paralisação a nível nacional, seguindo-se, até ao fim do mês, greves a nível distrital. Os trabalhadores contestam o congelamento de concursos e da avaliação permanente, tendo o sindicato interposto uma providência cautelar contra os efeitos do despacho, invocando a sua ilegalidade.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook