Home > Colaboradores > Joaquim Canais Rocha > As Festas da Cidade

As Festas da Cidade

 

As Festas da Cidade aí estão. Arrancam hoje, dia 2, com uma série de actividades que se prolongam até às duas da manhã. Para começar, nada mal. Vão ser duas semanas com muita animação, com espectáculos e música para todos os gostos. Mas mesmo assim existem sempre vozes que gostariam de ver mais música torrejana, ou seja que houvesse uma boa participação dos agrupamentos musicais e culturais da cidade. São opções que respeitamos, todavia as Festas da Cidade têm um programa de actividades que obedece a critérios de selecção e a oportunidade de ver novos cantores, músicas de outros países, dado ser um encontro de culturas, espectáculos onde a criatividade se confunde com os novos tempos em que vivemos.

 

Uma novidade das Festas é o «Armário de Trocas», iniciativa que promete marcar as Festas, pelo número de dias que acontece. Mas o programa das Festas tem outras actividades relevantes que importa salientar. A Gabriela Cilmi, as danças ciganas, o festival de folclore, o Zé Pedro dos Xutos, o Muxima, uma espécie de homenagem ao Duo Ouro Negro. Sem esquecer a «Tertúlia do Fado de Coimbra», com o rio Almonda a servir de cenário, é sempre um dos grandes momentos das Festas. Que terminam no Domingo, dia 11, com o Fogo de Artifício, pelas 24 horas.

 

Muita gente do concelho e da região desloca-se a Torres Novas para participar nas Festas, com a juventude em maior número. O Jardim das Rosas, a nova sala de visitas da cidade, é o local escolhido e preferido para a instalação dos palcos e das tasquinhas das colectividades. O artesanato marcará presença, como também a doçaria. Tudo se conjuga para que esta edição das Festas da Cidade seja mais um êxito e que consiga agregar os torrejanos a ver os espectáculos e a aplaudi-los. As crianças não foram esquecidas e vão ter oportunidade de participar nas festas, assistindo aos espectáculos destinados aos mais pequenos.

 

Fazemos votos que tudo decorra conforme o desejado e que os vândalos que partem tudo na cidade, não aproveitem a confusão para fazer das suas.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *