Home > Sociedade > Bloco de Esquerda contra a instalação de antena de telemóveis na Meia Via

Bloco de Esquerda contra a instalação de antena de telemóveis na Meia Via

 

O Deputado do BE, José Gusmão, e a Presidente das Associações de luta contra a instalação de infra-estruturas que emitem radiações electromagnéticas, Helena Carmo, estiveram na sexta-feira na Freguesia da Meia Via junto ao local onde se pretende instalar uma «antena com 40 metros de telemóveis», especificou António Gomes.

 

A Assembleia de Freguesia de Meia Via aprovou a instalação da antena de telemóveis junto à A23 e no dizer do BE isso é o mesmo que dizer que aceitou trocar «4000.00 euros/ano pelo bem-estar e saúde das pessoas», o que o BE considera ser «um erro que pode ter consequências irremediáveis».

 

Diz também o BE que as antenas, assim como as redes de Alta Tensão, que passam mesmo ao lado, criam campos electromagnéticos, potencialmente prejudiciais à saúde. Embora reconheçam que os estudos realizados até hoje não permitam concluir do seu grau de perigosidade, também não o afastam. Daí que o BE defenda que a existência de lacunas no conhecimento científico justifica a aplicação do “Princípio da Precaução” que prevê a avaliação prévia dos potenciais riscos. «Na dúvida deve prevalecer a prevenção» defendeu o BE em comunicado.

 

Também o local escolhido, a principal entrada na Meia Via, não é do agrado dos bloquistas que defendem que do ponto de vista do ordenamento do território, da paisagem urbana e rural «não podia ser pior». Em jeito de desafio declarou, «se fosse colocada uma antena com 40 metros na entrada principal de Torres Novas acho que as pessoas também não iriam gostar».

 

Por não concordarem com a instalação da antena o BE reuniu cerca de 30 pessoas junto ao local e descerrou uma tarja de protesto. Disse ainda António Gomes que não consegue compreender como é que a Câmara licenciou aquela obra apesar dos serviços alertarem para a “má vizinhança”.

 

 

Luís Miguel Lopes

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook