Home > Desporto > Joana Canastra e Leonor Cruz, jogadoras do Sub 16 da Zona Alta

Joana Canastra e Leonor Cruz, jogadoras do Sub 16 da Zona Alta

 

A Joana Canastra e a Leonor Cruz integram a equipa de Sub – 16 da UDR Zona Alta, que actualmente está de parabéns uma vez que se sagrou campeã distrital ficando desta forma apurada para o campeonato nacional, são um exemplo de motivação, de espírito de sacrifício e de grande maturidade. Aceitaram a proposta do técnico João António que orienta há vários anos a equipa de Sub – 16 e conhece bem a garra daquelas jovens, e entraram há dois anos para o Centro Nacional de Treino, em Galvão, Aveiro. Um desafio que tem tanto de aliciante como de exigente.

Na última sexta-feira, à noite decorria no Palácio dos Desportos o habitual treino da equipa feminina. Cá fora já se ouviam as orientações do professor João António que conjuga nesta sua função o companheirismo, mas ao mesmo tempo um elevado grau de exigência e de disciplina. Ao fim de uma hora e meia de treino, levada tão a sério como se de um jogo real se tratasse, a Joana e a Leonor disponibilizaram-se para conversar acerca desta paixão, que esperam ser o seu futuro.

Queremos chegar o mais longe possível”

Ambas de 15 anos de idade e com mais de um metro e setenta cada uma, corpo atlético e carinhas larocas, em tudo são iguais às jovens das suas idades, em tudo à excepção das regras e das obrigações, da disciplina e da rigidez a que certas opções obrigam.

A noite de sábado não é passada na discoteca, e nos tempos livres não há grande espaço para actualizar o faceboock ou o twitter, as suas semanas, iguais umas às outras são cansativas, organizadas e planeadas ao milímetro. Não há tempo para namorar, e o fim-de-semana é dedicado à família, para matar as saudades, afinal ainda são duas meninas, mas cujos valores são tão altos que até se pensa estarmos perante jovens com mais idade.

Temos de fazer opções. Tivemos que deixar para trás coisas que poderiam ser muito boas, mas não há possibilidade de as fazer porque tomamos outras opções.” Afirma com ar de orgulho a Leonor.

Podíamos ir de vez em quando à discoteca, mas estamos tão cansadas que só queremos mesmo é descansar” Diz entre risos a Joana “Com jogos logo pela manhã e a ter que levantar cedo é impossível”, acrescenta.

Célia Ramos

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *