Home > Sociedade > Manuel Maria Carrilho elogia exposição de José Coêlho em Paris

Manuel Maria Carrilho elogia exposição de José Coêlho em Paris

 

“Simpósio dos Simples – Luz Fragmentada”, é o nome da exposição de José Coêlho, patente na Galerie Art Present, em Paris, até ao próximo dia 6 de Novembro. Esta é a sétima exposição do escultor riachense no País das Luzes e que serviu de mote à conversa tida, durante a qual foi anunciado a abertura do “Barracão das Artes” como um projecto que dará muito que falar, “numa nova fase” da vida de José Coêlho.

 

“Sábado, 21 de Outubro, após visitar a exposição, o Manuel Maria Carrilho”, ex-ministro da Cultura e actual embaixador de Portugal na Unesco, “disse-me tal e qual isto: fazia questão de conhecer pessoalmente o seu trabalho. Tem aqui trabalhos lindíssimos!” Recorda o escultor riachense José Coêlho com alguma vaidade, tendo regressado há pouco tempo de Paris, onde esteve a propósito da sua exposição “Simpósio dos Simples – Luz Fragmentada”, na Galerie Art Present e que estará patente até ao próximo dia 6 de Novembro.

 

“Esta exposição inaugura um novo ciclo na minha vida”

 

“Simpósio dos Simples – Luz Fragmentada” é já a sétima exposição do escultor em Paris, “já expus mais vezes em Paris do que em Lisboa, e esta Galeria com que trabalho, aposta muito no trabalho de qualidade. Para mim, é sinal de que o meu trabalho é reconhecido. Um artista tem de deixar um legado de criatividade que marque a diferença. Em Paris, e devido à crise, têm fechado muitas Galerias, e esta com que trabalho, a Art Present, é uma Galeria que aposta muito em trabalhos de qualidade. E eu, para expor naquela que é a montra da Europa, tenho de ter um trabalho que esteja à altura do acontecimento.”

 

Célia Ramos

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook