Home > Sociedade > Paróquias e Misericórdia parceiros na Regeneração Urbana – “Na Rota da Arte e na Promoção Social”

Paróquias e Misericórdia parceiros na Regeneração Urbana – “Na Rota da Arte e na Promoção Social”

orgao-primeira-pagina

No âmbito do projecto de regeneração urbana do Centro Histórico de Torres Novas, financiado pelo QREN, são várias as entidades que integram a parceria com a autarquia. Entre os parceiros locais encontram-se as Paróquias da Cidade e a Misericórdia. No projecto “Na Rota da Arte e na Promoção Social” estão contempladas as igrejas do Salvador, de Santiago e de S. Pedro, bem como o edifício de S. Pedro, antiga Casa Vassalo e Inter-paroquial. A Santa Casa da Misericórdia vai fazer algumas intervenções no Centro de Dia, na secretaria e na Capela do Senhor Jesus Lavradores, fazendo ainda parte do projecto deste parceiro o retomar da Procissão do Senhor dos Passos.

 

À conversa com o Pe. Carlos Ramos e com dois membros do Conselho para os Assuntos Económicos e Assuntos Patrimoniais, Pedro Rodrigues e Fernando Cerqueira, ficámos a conhecer o projecto apresentado pelas Paróquias da Cidade. “As Paróquias têm um projecto que pretende potenciar o edificado religioso através do restauro e da remodelação de edifícios de cariz religioso e social. As obras vão incidir na Igreja de Salvador, de Santiago e de São Pedro e no Edifício de S. Pedro. E no âmbito deste projecto será ainda criada a Rota da Talha Dourada”. Para os responsáveis, “esta candidatura visa a criação de condições de segurança na área da Arte e pretende dar uma maior resposta social”. Na Igreja do Salvador, por exemplo, a intervenção será na área da segurança na cobertura da igreja, sua electrificação, bem como a protecção do retábulo principal. Na Igreja de S. Pedro, irá proceder-se ao restauro da cobertura e sua electrificação. Quanto à Igreja de Santiago, proceder-se-á à electrificação e ao restauro do órgão de tubos, uma peça do século XVIII.

 

“Na área da promoção social, a intervenção que já se encontra em curso é no edifício de S. Pedro, através de uma cobertura no bloco n.º 1 do Edifício de S. Pedro e respectiva electrificação, com pintura interior e exterior e limpeza da cantaria”. Adiantou desde já o Padre Carlos Ramos que “em Setembro terá início o projecto de restauro do Órgão de Tubos, e na Páscoa do ano 2010, a comunidade de Torres Novas assistirá a um concerto que contará com a colaboração do Choral Phydellius.”

 

Célia Ramos

 

 

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook