Home > Região > Dia Nacional da Conservação da Natureza no PNSAC

Dia Nacional da Conservação da Natureza no PNSAC

 

Para celebrar o Dia Nacional da Conservação da Natureza, que se assinala no dia 28 de Julho, “ O Almonda” foi ao encontro do que de melhor a região tem para oferecer. Fomos rever e conhecer melhor o Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros (PNSAC). O Parque, para além de ter paisagens únicas, oferece ainda imensas actividades para que os visitantes possam desfrutar de um ambiente agradável, calmo, saudável e natural.        

 

 

Raízes

 

O Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros é uma área protegida criada em inícios de 1979, tendo por objectivo a protecção dos aspectos naturais assim como a defesa do seu património arquitectónico. Com uma área de 38 900 hectares abrange os municípios de Alcobaça, Porto de Mós, Alcanena, Rio Maior, Santarém, Torres Novas e Ourém.

O Parque está enquadrado no Maciço Calcário Estremenho (grande bloco de calcários jurássicos com cerca de 160 milhões de anos) abrangendo o Planalto da Serra de Santo António, Serra dos Candeeiros e o Planalto de São Mamede e Serra de Aire.

O Parque Natural visa fundamentalmente a protecção dos aspectos naturais existentes, a defesa do património arquitectónico e cultural, o desenvolvimento das actividades artesanais e a renovação da economia local, bem como a promoção do repouso e do recreio ao ar livre.

 

Infraestruturas

 

A sede do Parque Natural encontra-se em Rio Maior. Contudo, os visitantes podem recorrer a outras infraestruturas, tais como a Ecoteca, em Porto de Mós, o Centro de Tecelagem Artesanal, em Chãos, o Monumento Natural das Pegadas de Dinossauros, no Bairro (Ourém), ou os Centros de Interpretação Subterrâneos do Algar do Pena, em Vale de Mar, no concelho de Santarém e da Gruta da Nascente do Almonda, no concelho de Torres Novas.

 

Analisa Schnaiter e Cátia Reis

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook