Home > Sociedade > “A Câmara Municipal assumirá 124 postos de trabalho dos 174 previstos”

“A Câmara Municipal assumirá 124 postos de trabalho dos 174 previstos”

A Câmara Municipal de Torres Novas, em conjunto com sete Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho (IPSS), assinaram na tarde de sexta-feira, 26 de Junho, os protocolos para a criação de 174 empregos, no âmbito da iniciativa Emprego 2009, do Instituto de Emprego e formação Profissional (IEFP).

 

O ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, Vieira da Silva, presidiu à cerimónia onde deixou o apelo para que mais empresas venham a aderir a este programa de apoio ao emprego, de forma a aproveitarem os apoios que são dados à contratação de jovens e desempregados de longa duração e à realização de estágios profissionais. “As empresas podem estar isentas de pagar a Segurança Social desse trabalhador por 3 anos, ou então por dois anos e ainda recebem uma quantia em dinheiro”, salientou Vieira da Silva. Os contratos assinados no auditório da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, vão permitir a criação de 174 empregos, no âmbito do programa de Contratos de Emprego–Inserção e Emprego-Inserção.

 

O secretário de Estado do Emprego e Formação Profissional, Fernando Medina, afirmou que as medidas de apoio consagradas no programa Emprego 2009 já permitiram que 15 mil jovens fossem contratados sem termo e outros 15 mil poderão em breve usufruir de estágios profissionais remunerados com o apoio do estado, em pequenas e médias empresas. Para além do apoio aos jovens, o emprego, apoiando asdoprograma pretende ainda promover a qualificação “empresas de forma a manterem os empregos”, promovendo a qualificação do emprego e ainda prestar apoio aos desempregados, numa tentativa de redução do seu tempo de inactividade.

 

À semelhança do ministro do Trabalho, Fernando Medina deixou ainda o repto às instituições e autarcas de que gostaria de ver envolvidos em maior número nesta iniciativa. Estes contratos terão uma duração de 12 meses e vão permitir a um grupo de pessoas desempregadas, um trabalho na Câmara Municipal ou numa das sete IPSS que assinaram estes protocolos. Destas 174 vagas, 77 já estão preenchidas e o trabalho na autarquia já começou no dia 29 de Junho.

 

Ao todo a Câmara Municipal assumirá 124 postos de trabalho dos 174 previstos. Os restantes serão da responsabilidade das IPSS do Concelho que aderiram à iniciativa.

 

Célia Ramos

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook