Home > Ana Correia > Desperdício de oportunidades

Desperdício de oportunidades

O Clube Desportivo de Torres Novas recebeu no seu estádio o Sport Clube Desportos Glória do Ribatejo, na tarde de domingo, num encontro onde o resultado final ficou aquém das expetativas, devido ao empate a uma bola, num jogo em que os Amarelos tinham grande oportunidade de arrecadar três pontos, por se tratar de uma equipa historicamente fácil de defrontar e cujos resultados desta época não têm sido favoráveis.

Inesperadamente, um golo madrugador por parte da equipa visitante, veio dificultar a tarefa aos homens da casa, que foram obrigados a correr atrás do resultado, uma vez que ficaram em desvantagem logo aos 4 minutos.

O golo não fez cair os torrejanos que foram assumindo mais o jogo tentando restabelecer a igualdade e dar a reviravolta.

A Glória do Ribatejo teve mérito ao segurar a vantagem, sofrendo uma contrariedade perto do tempo de descanso, após a expulsão de um dos seus homens, sendo obrigada a jogar o segundo tempo com 10 jogadores.

Os torrejanos entraram bem na segunda parte, mas só uma grande penalidade, bem assinalada, permitiu que chegassem ao empate. Miguel Miguel converteu o penalti, começando com chave de ouro a sua estreia ao serviço do Clube Desportivo de Torres Novas.

O Torres Novas acabou por desperdiçar pontos numa jornada onde teve várias oportunidades até ao apito final, mas que ainda assim não conseguiu eficácia suficiente para vencer.

A arbitragem de Paulo Raposo auxiliado por Pedro Freire e Adelino Crespo não teve influência no resultado final do encontro, tendo uma prestação dentro do que é pretendido.

A próxima jornada será de alguma dificuldade para os homens do Torres Novas, na difícil deslocação a Almeirim, contra o União de Almeirim, que atualmente é líder isolado do campeonato e que certamente não dará tréguas aos torrejanos.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook