Home > Ana Correia > Arbitragem sem mérito

Arbitragem sem mérito

Na tarde do passado sábado, feriado nacional, a equipa torrejana deslocou-se até à Moçarria, para disputar o CCRD Moçarriense, trazendo apenas um ponto, após o empate 2-2. Os homens do Torres Novas entraram bem na partida tendo inaugurado o marcador ainda no primeiro quarto de hora, demonstrando uma ligeira superioridade perante o adversário, que ainda não tinha somado qualquer ponto neste campeonato. Aos 37 minutos, erro evidente da equipa de arbitragem ao assinalar grande penalidade, inexistente, a favor da equipa anfitriã que aproveitou para restabelecer a igualdade. No lance que deu origem ao penálti, Nabais viu cartão amarelo, acabando por ser expulso logo no momento seguinte à grande penalidade, vendo o cartão vermelho, obrigando à entrada do jovem brasileiro Cristian. No banco de suplentes, o diretor da equipa Nelson Ramos, foi também expulso na sequência do mesmo lance, sendo obrigado a assistir ao resto do jogo fora do banco. O empate ao intervalo era reflexo de uma primeira parte bem disputada e dividida a meio campo. No segundo tempo, novamente vantagem para os torrejanos com um bonito golo de Messi. A vantagem foi rapidamente desfeita, quando sete minutos depois, Cristian viu a bola entrar no fundo das redes. A desigualdade de homens em campo não se fez sentir pela parte dos torrejanos, que mantiveram o seu tipo de jogo, causando dificuldade ao adversário, que a avaliar por este encontro e pelas contas do campeonato revelam muitas fragilidades. O Moçarriense viu ser expulso um dos seus atletas aos 75 minutos, voltando a estar as equipas equilibradas no que diz respeito ao número de jogadores. A equipa protagonista em campo foi a de arbitragem e pelas piores razões. O árbitro Daniel Sousa e os auxiliares Mário Vieira e Rodrigo Viana tiveram uma prestação bastante negativa, com muitos erros, más decisões e uma atitude em campo que em nada reflete aquilo que deve ser uma boa arbitragem. Os erros caíram tanto para o lado do Torres Novas como para o lado da Moçarria, sendo a lamentar que no campeonato distrital ainda existam árbitros com tão pouca qualidade.
Ana

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook