Home > editorial > Editorial

Editorial

Muitos analistas apontam como males profundos do mundo contemporâneo a indiferença e o individualismo. Vivemos alheados dos problemas à nossa volta; vivemos centrados em nós mesmos esquecidos do outro.

Apesar do egoísmo e dos valores materiais nortearem a vida de muitas pessoas, há sinais de que queremos caminhar numa outra direção. Há seres humanos comprometidos com os seus semelhantes, com o bem-estar dos animais, com a salvação da natureza. E tomam posição, desenvol- vem ações que contra- riam essa indiferença ge- ral, esse individualismo. Podíamos apontar muitos casos concretos em que al- guns fazem da sua vida um combate em defesa das boas causas sacrificando a vida, com risco da própria vida. São aqueles que deixam tudo, a comodida- de do seu lar e a segurança do seu país para darem ao outro os cuidados de que necessita. São aqueles que denunciam e protestam contra as injustiças e a exploração, às vezes em circunstâncias tão adversas. Muitos são perseguidos ou até assassinados no que designaríamos por uma doação quotidiana da sua vida, num exercício constante de solidariedade.

Apontemos aqui apenas dois casos exemplares e que, por virem de jovens, nos enchem de esperança. Quando líderes mundiais passam indiferentes aos problemas ou são cúmplices do estado do mundo, duas jovens estão na frente do combate: Malala, baleada, esteve à beira da morte, por defender a educação das crianças, nomeadamente pela escolarização das raparigas; Greta Thunberg que congrega jovens de todo o mundo na luta contra as alterações climáticas e degradação ambiental. São dois exemplos de pessoas que não passam indiferentes. Elas respondem ao desafio do nosso tempo: Salvar a Terra e humanizar o homem.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook