Home > Crónicas > Tempo de Férias

Tempo de Férias

É tempo de férias, tempo de verão, o corpo e a alma pedem descanso das labutas de todo o ano, dos afazeres profissionais, das escolas e universidades, embora seja ainda tempo de exames, isso vai passar com brevidade e depois é tempo de dar descanço ao espírito.

Mesmo quem está reformado, como eu, necessita de quebrar a rotina, de mudar de ares, de conhecer novas terras e novas gentes para dasanuviar e quebrar a monotonia diária, de falar com a mesma gente, sobre os mesmos assuntos, de ver os mesmos programas de televisão, de se encontrar no mesmo café, no mesmo dia e à mesma hora, com os amigos de sempre, para dizer quase nada ou muito pouco do pouco que há para dizer.

Ainda temos a política, mas isso é cada vez mais um tema tabú, de que não apetece falar ou discutir, porque está enraízado e mal, que a política é para os políticos e mesmo que se queira contrariar esta tese errada, ninguém nos ouve e o melhor é acabarmos ali a conversa, porque é chata, inconveniente e desinteressante. Portanto bico calado. E por causa deste espírito o melhor de facto é mudarmos de ares, pois pode acontecer algum milagre e passarmos a ser de tal maneira felizes que isso até deixe de interessar.

Já me esquecia que podemos falar de futebol desde que defendamos sempre a maioria e não discordemos nada do que se vai passando.

Por estes motivos é que, de futebol, só passei a ligar mais ao clube da minha terra, ao Clube Desportivo de Torres Novas e desta forma, acabei com as discussões.

Mas como o futebol está de regresso, o melhor mesmo é, se puder, partir para férias, dar uns belos passeios e uns bons banhos de mar ou de rio e ganhar forças para voltar ao mesmo, ao nosso dia a dia de marasmo, de trabalho e de responsabilidades. Que vivam as férias para todos.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook