Home > Colaboradores > Carlos Pinheiro > Bruno Lage, uma andorinha no meio da tempestade

Bruno Lage, uma andorinha no meio da tempestade

O Benfica ganhou o seu 37º Campeonato Nacional de futebol. O Porto ficou a alguns pontos e o Sporting bem mais distanciado. Os adeptos benfiquistas exultaram de alegria e não houve sítio neste Portugal e nos países de língua portuguesa em que não houvesse festa rija, foguetório, caravanas automóvel e concentrações de muita gente de vermelho vestida, a festejar a conquista do título. Parabéns aos vencedores e glória aos vencidos. Claro que houve exageros próprios das comemorações, mas houve uma voz benfiquista, a do treinador Bruno Lage, que se fez ouvir em tom calmo e sereno, afirmando que o futebol é só um simples jogo, em que tem sempre que haver um vencedor, e que há coisas bem mais importantes na vida dos portugueses, como a saúde, a justiça, a solidariedade social e o emprego, por exemplo, que devem ser tomados a sério pelo povo, seja qual for a sua filiação clubística. Um responsável com este discurso positivo, na hora da euforia da vitória, merece sempre o nosso aplauso e a nossa admiração, pelo exemplo que revela, pelo apaziguamento que quer trazer ao futebol. Desde pequeno que sou um fã do futebol e desde sempre defendi que é um jogo, onde se ganha, empata e perde e que tem um sortilégio tal, que nunca há vitórias ou resultados antecipados. Nos meus tempos de garoto era o meu pai e um tio meu, que me levavam ao futebol, ao Quintal do Zé Maria e era hábito as famílias irem assistir e vibrar com muitos jogos. As palavras de Bruno Lage devem ser entendidas como um apelo a que o futebol seja um jogo de emoções mas sempre um jogo familiar e pacífico, sem petardos nem holigans, sem claques violentas e sem as eternas discussões sobre os árbitros. Que se acabe a desconfiança e que a generalidade das pessoas volte a assistir em família aos jogos dos seus clubes de coração, respeitando sempre o adversário, seja ele quem for. Parabéns ao Bruno Lage e a todos os desportistas deste país pelo bom caminho que abrem ao futuro do desporto em Portugal.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook