Home > Ana Madureira > Escolher

Escolher

Num destes dias, dava os parabéns a uma pessoa, por um gesto nobre que ela teve. Um gesto que teve um impacto positivo na vida de milhares de pessoas. Um gesto e uma abnegação que permitiram a muitas pessoas sobreviver no meio do caos. Não, não é exagero. Foi o que se passou. Aos meus olhos, foi um ato heroico. Aos meus olhos e aos olhos da maior parte das pessoas. Agradeci à pessoa pelo que fez. E disse-lhe que o ser humano é capaz de fazer coisas incríveis. Na sua simplicidade, a pessoa agradeceu e respondeu que não era mais que os outros, nem diferente. Que se limitou a fazer o que achou correto.
Esta grandeza de espírito só está ao nosso alcance quando amadurecemos a mente e o coração o suficiente para pensar e sentir assim. Deparo-me com inúmeros casos de pessoas que ainda não cresceram o suficiente, mas que, como costumamos dizer, se acham a “última batata do pacote”. Com pequenos feitos, poucas virtudes e muito concentradas no sucesso alheio e pouco nos seus próprios feitos e conquistas. Fico feliz cada vez que encontro uma pessoa diferente. E as pessoas mais virtuosas continuam a fazer-me crer, acreditar e ter esperança. Há quem tenha perdido a fé na humanidade, na bondade e na grandeza do ser humano.
Eu nunca a perdi. O ser humano é capaz de coisas incríveis. Somos capazes de escalar montanhas, inventar máquinas que voam, descobrir novos planetas e trilhar viagens pelo universo. Falta só descobrir a equação para que todas as pessoas fiquem formatadas para o melhor que há em si e percebam, de uma vez por todas, que a maior superação não tem a ver com os outros. A maior superação é quando nos superamos a nós mesmos. Que saibamos, sempre, escolher o bem e o melhor caminho. Porque é este que nos leva ao sucesso e à vitória.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook