Home > Ana Correia > Derrota pesada em Almeirim

Derrota pesada em Almeirim

O Clube Desportivo de Torres Novas, sofreu uma derrota pesada contra o União de Almeirim no jogo da 24ª jornada do campeonato distrital. A equipa torrejana que nesta segunda volta só havia perdido contra o Amiense, foi goleada por 4-0 numa partida em que o União de Almeirim fez mais e por isso mereceu ganhar. Os primeiros minutos do jogo foram de domínio por parte da equipa da casa, que abriu cedo o marcador e que se instalou bem na partida. Os homens do Torres Novas foram tendo algumas dificuldades em travar o adversário e a perder pela vantagem mínima tiveram a melhor hipótese de restabelecer a igualdade, ao beneficiar de uma grande penalidade, bem assinalada pela equipa de arbitragem. A oportunidade foi boa, mas Ricardo Major não conseguiu enganar o guardião de Almeirim que defendeu com classe. A equipa de Mário Nelson, bastante experiente no futebol, aproveitou para alargar a vantagem, seguindo para intervalo com dois golos a mais que os Amarelos. O segundo tempo foi novamente de maior domínio da casa. O Torres Novas conseguiu por várias vezes chegar à baliza contrária, mas faltou a finalização. Com uma transição ofensiva rápida, o terceiro golo do Almeirim não tardou em aparecer, deixando o resultado praticamente decidido. Os Amarelos não quebraram o jogo e sempre que o Almeirim deixou foram ameaçando a baliza, mas o guarda-redes manteve-se firme nas defesas. Alex viu o cartão vermelho perto do apito final, deixando a equipa com menos um jogador em campo. Se o 3-0 já era um resultado bastante confortável, os Almeirinenses fizeram questão de marcar mais um golo no último lance da partida, consumando a goleada, que lhe permitiu arrecadar mais três pontos, mantendo o terceiro lugar na tabela classificativa. A arbitragem de Diogo Pereira auxiliado por Samuel Dionísio e Bernardo Fonseca não teve influência direta no resultado final. Os Amarelos não conquistaram pontos nesta jornada, mas estão confortáveis no que diz respeito à manutenção.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *