Home > Colaboradores > António Mário Lopes dos Santos > 1925 – Eleições legislativas

1925 – Eleições legislativas

O governo de Domingos Pereira (1/8- -17/12), confrontado com os julgamentos dos golpes militares, dos monárquicos e conservadores, pela pressão cada vez mais poderosa das associações patronais apoiada pela União dos Interesses Económicos, pelo agravamento do custo de vida e pela consequente agitação sindical, pouco mais tempo lhe cabe do que ir gerindo o quotidiano político, preparando eleições legislativas, que permitam ao Partido Democrático manter-se na governação, ou com maio- ria absoluta no parlamento, ou através de negociações com as outras forças parlamentares.

Não admira que O Almonda, semanário católico e que, embora se diga independente da política, tenha defendido em editorial o voto em Dinis da Fonseca (O Almonda nº328,7/11) e, a 25/11(cit.,nº330), como se pode ver no recorte anexo, se alegre pela vitória do seu candidato. De facto, O Dr. Alberto consegue superar o clássico deputado democrata João Damas, que há 15 anos era deputado, e que a nível do círculo apenas obtivera 4.426 (Cit, nº329, 14/11) e ganha folgadamente no concelho. Reveja-se a votação do Dr. Rafael Duque, candidato nacionalista, segundo no concelho, mas derrotado no círculo. Também saem derrotados os candidatos do Partido Democrático, mas com forte implementação no Entroncamento, enquanto o Dr. António Pinto, pela Esquerda Democrática, não concorrente em todas as mesas eleitorais, ainda consegue não ser o lanterna vermelha.

 

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook