Home > Ana Madureira > Gerir o Tempo

Gerir o Tempo

O tempo é, como costumamos dizer, um bem precioso e raro. Muitas vezes acontece parecer que temos tempo para muita coisa, e no fim, feito o balanço, não conseguimos cumprir com todos os objetivos traçados. Desculpa final: a falta de tempo. Há uns anos, num congresso, ouvi um orador afirmar que “O tempo é relativo. O tempo é aquilo que fazemos dele”. Na altura, isto irritou-me profundamente. Mas, hoje, vejo que é verdade. Mas como gerir o tempo? Algumas dicas úteis (que podem parecer básicas): – Utilizar uma agenda; – Priorizar, estabelecer prioridades, definir por onde devemos começar e terminar as nossas tarefas; – Definir timings realistas, connosco e com os outros;
– Monitorizar as situações (se necessário, com tabelas construídas para esse fim). Estas dicas podem parecer, efetivamente, básicas. Mas são tão básicas como os pilares de uma casa que a sustentam. Se falharmos estes pequenos grandes detalhes, estamos no caminho para não ter tempo para nada. Na gestão do tempo, também é importante saber dizer “não”. Não devemos cair na tentação de passar coisas à frente das já estabelecidas como prioritárias. Se o fizermos, começa o caos e aquilo que era uma agenda organizada virou, num ápice, uma bola de neve. E, na gestão do tempo, não devemos esquecer o tempo de descanso, o tempo para a família e o tempo para nós. Ter tempo, efetivamente, é relativo e só depende de nós e da nossa capacidade de organização.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook