Home > editorial > Editorial

Editorial

Os mais pessimistas já vão dizendo que não há retorno da degradação do meio ambiente, da catástrofe ecológica, aonde chegámos. As alterações climáticas trouxeram uma situação nova que não pára de se agravar e ficará sempre pior. É contra esta perspetiva tão alarmante que nos últimos tempos jovens de todo o mundo se têm erguido defendendo que ainda é possível fazer alguma coisa para salvar o homem e a natureza. Perante a indiferença, a cumplicidade ou a incompetência dos políticos e dos governos, os jovens disseram «Basta!». Quando tantas vezes se critica a juventude por passar ao lado da realidade, alheada dos problemas, hoje vemos que há uma tomada de posição por parte de muitos jovens, sem esperarem pelos adultos, em defesa do meio ambiente. Em defesa do presente que se degrada, em defesa do futuro que lhes querem negar. Ainda iremos a tempo? Pelo menos não abdicamos de tomar posição. E agora que os jovens de todo o mundo, organizadamente, passam à ação, há motivos para termos esperança. Poucas têm sido as respostas práticas para a deriva ecológica por onde vamos por parte dos responsáveis políticos. Agora os jovens não estão à espera dos adultos para dar uma resposta global a um problema global. Agora temos esperança de que alguma coisa com eficácia está a ser feita.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook