A estupidez

“A estupidez humana é uma das forças mais importantes da História mas costumamos desvalorizá-la”. Esta citação retirada de um dos livros mais recentes de um escritor israelita, faz-me regressar aos bancos da escola e às disciplinas que então ministrava aos alunos. Sobretudo na disciplina de Português, deparávamos com comentários, com diretivas do Ministério da Educação que só não caíam no ridículo porque ou era desprezadas ou púnhamos de lado, depois de lidas. Dei-me ao trabalho de passar a pente fino um dos cadernos de apoio aos antigos estágios em serviço e em toda aquela literatura erudita sobre pedagogia, encontrei muitas frases que nem tinham qualquer sentido. Eram ocas ou demonstrativas de vocabulário “erudito” só para mostrar quanto aquelas mentes do Ministério eram de facto cultas porque não queriam dizer nada. Faziam dos professores estúpidos ou então queriam humilhá-los. Deixei, com pena, o meu ministério de professor e, como nunca deixei de me interessar por estes temas, continuo a verificar que, na disciplina de Português, se usa e abusa de questões estúpidas, sem sentido e, por vezes erradas. Não cabe nesta pequena crónica exemplificar o que digo mas basta consultar as provas de exame para nos certificarmos. Aliás porque agora, com as provas para corrigir, os senhores professores recebem não só os critérios de correção como respostas a muitas questões coisa que no meu tempo não existia. Já não falo da nova nomenclatura gramatical que, excetuando algumas precisões, complicou o que era simples. Parece que quanto mais se complicar uma nomenclatura mais sabedoria se mostra.

Mas como diz a citação do começo desta crónica “ a estupidez humana é uma das forças mais importantes da História “ como se dissesse engana-me que eu gosto.

Não sou advogado e nunca o quis ser mas, se muitas leis podem ter várias interpretações, então a Justiça anda muito mal como está à vista na estupidez de algumas sentenças e nas afirmações de alguns advogados embora muito inteligentes.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook