Home > Ana Correia > Derrota ao cair do pano

Derrota ao cair do pano

A derrota do Clube Desportivo de Torres Novas, no passado domingo, frente ao Amiense deixou um sabor amargo pelo golo sofrido ao cair do pano, através de uma grande penalidade.

A derrota do Clube Desportivo de Torres Novas, no passado domingo, frente ao Amiense deixou um sabor amargo pelo golo sofrido ao cair do pano, através de uma grande penalidade.

Se o jogo estava a correr mal para o lado da equipa de Afonso Alves, a expulsão de André Vieira, de certa forma injusta, uma vez que o árbitro devia aplicar o mesmo castigo ao jogador do Amiense, ainda veio complicar mais a situação, dado que a equipa foi obrigada a ajustar o modelo de jogo com um jogador a menos.

O Torres Novas conseguiu defender bem nos primeiros 45 minutos e aguentou a igualdade até ao descanso.

O segundo tempo foi bem disputado pelas duas equipas e o golo tardou em aparecer. Quando tudo apontava para o empate no Campo da Azenha, uma grande penalidade assinalada pela equipa de arbitragem, mudou por completo o desfecho do encontro.

O capitão da casa tinha uma enorme responsabilidade e sem hesitar converteu o penálti, enganando Quaresma.

A equipa de arbitragem liderada por Anthony Silva e auxiliada por Afonso Claudino e Pedro Santos teve uma prestação bastante fraca em todo o período de jogo. Os Amarelos foram bastante prejudicados com os erros da terceira equipa, que em determinados momentos perdeu o controlo da partida.

Do jogo, fica a lamentar a forma desagradável como o Amiense recebeu o adversário e os seus adeptos. Dentro e fora do campo foram recorrentes os insultos e até agressões perante os torrejanos. A mística do Amiense é bem conhecida no futebol distrital, mas transcende os valores humanos que devem estar presentes no futebol e acima de tudo ser respeitados, facto que mais uma vez não se veio a confirmar e que mancha a boa imagem do futebol.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *