Home > Ana Madureira > “Empreendedor” não é necessariamente um empresário!

“Empreendedor” não é necessariamente um empresário!

Cada vez mais, a palavra “empreendedor” ganha destaque. E cada vez mais as pessoas a utilizam, de forma errada, para definir “empresário”. Vamos, então, esclarecer uma ou outra coisa. Um empreendedor é um empresário? Pode ou não ser. Pode ser um polícia, uma mãe, um funcionário público. Um empresário é um empreendedor? Nem sempre. Qualquer um de nós pode abrir uma empresa. Isso não faz de nós um empreendedor. Então, porque teimamos em chamar de “empreendedores” aos jovens empresários? Antes de se ser empresário, sim, é importante aprender a ser empreendedor. “Empreendedor” significa, de acordo com o dicionário online Infopédia:

adjetivo

1. que tem a iniciativa de começar novos
projetos, mesmo enfrentado obstáculos ou dificuldades 2. ativo; enérgico; dinâmico 3. arrojado

nome masculino

pessoa que empreende Pronto. Basicamente é isto. Empreendedor devia ser mais do que uma palavra da moda. Empreendedor deve ser uma competência básica a ensinar nas escolas, a jovens, crianças e adultos. O empreendedorismo não se prende necessariamente com a criação de negócios. E isto também devia ser revisto em programas nacionais do nosso sistema de ensino e de organizações não governamentais. Sejamos mais vezes empreendedores. Todos os dias do ano.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook