Home > Ana Madureira > Bondade. Todo o ano.

Bondade. Todo o ano.

Nesta quadra, de repente, parece que muitas pessoas acordam para a bondade e para a justiça. Parece que querem fazer, em dois dias, o que não conseguiram fazer no resto do ano: visitar a família e estar com ela, praticar o bem, participar em voluntariado… Sabiam que o Natal não é só uma quadra de consumo e tradições gastronómicas? O Natal é o que vivemos todo o ano, nos nossos corações. É o renascer diário do bem em nós. É a capacidade diária que temos para enfrentar tudo com um sorriso e abnegação. É a coragem diária que temos para, mesmo na dificuldade, sermos a nossa melhor versão. Por isso, não esquecer: a bondade não tem hora nem data marcadas.
A bondade é quando se quer ter esta virtude. Vamos ser bons durante todo o ano? Não custa nada. Basta viver e ter empatia. E por falar em empatia, uma das regras básicas para uma comunicação de sucesso, não se esqueçam: ela não significa simpatia! A empatia é a capacidade de nos colocarmos no papel do outro. Por isso, tenham sempre presente a empatia. Talvez assim consigamos ser sempre bons…

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook