Home > editorial > A luz de Belém

A luz de Belém

A luz de Belém nunca mais se apagou. No estábulo de Belém apareceu a grande luz que o mundo espera. Naquele Menino deitado na manjedoura, Deus mostra a sua glória – a glória do amor, em que Ele mesmo Se entrega em dom e Se despoja de toda a grandeza, para nos conduzir pelo caminho do amor. A partir de Belém, um rasto de luz, de amor, de verdade atravessa os séculos. O Natal, por isso, desperta os melhores sentimentos humanos, mesmo no meio dos absurdos das guerras, divisões, ódios e morte que dilaceram povos e famílias, a noite mais original do Universo envolve cada consciência, vence as trevas, como é próprio do Amor. O Natal por isso, é a primeira noite iluminada da História da humanidade. Viemos da escuridão do pecado original, andávamos nas trevas. A segunda noite feliz surgiu na Cruz e se lançou sobre o cenáculo. Ali, a luz que surge desta noite, do Menino Deus, transfigurou a pior das trevas, a morte. E trouxe a este mundo, Amor, Misericórdia e a Esperança da Luz Eterna! Neste Natal 2018 todos nós somos chamados a dar as mãos e a entrelaçarmos o coração para uma vez mais, sermos renovados por este amor que nasce perto da nossa miséria, que sorri para nós mais uma vez! Na noite de Belém, um rosto de Deus se manifestou na comunhão do Filho eterno, mas também na exemplaridade do amor de mãe, a Virgem é o selo do futuro desta primeira noite, a Virgem pura dá a luz à vida e à verdade! Que a simplicidade desta mensagem não se evapore no meio de sentimentos vagos, mas que Deus nasça e cresça mais uma vez, em nossas manjedouras! Santo e Feliz Natal!

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *