Home > Colaboradores > António Mário Lopes dos Santos > Cem Anos de Existência – A Construção dum Jornal Católico Directores de O Almonda (1918-2018)

Cem Anos de Existência – A Construção dum Jornal Católico Directores de O Almonda (1918-2018)

100 anos de existência, múltiplos, diversos, por vezes antagónicos. Nascido no final do Sidonismo, percorreu, em defesa da Igreja na fase terminal do republicanismo timorato e conciliador, o final da 1ª República. Apoiante da ditadura militar, do salazarismo e marcelismo, com alguma abertura liberal a partir da década de 60, definindo-se então como jornal regionalista, procurou, com a democracia conquistada no 25 de Abril, uma maior abertura e diálogo com as forças políticas e sociais emergentes. Desde a sua fundação, um segundo vector, os interesses do concelho, marcaram o seu centenário devir. Nos últimos 44 anos o semanário, sempre fiel ao seu papel de defensor da Igreja católica, transformou-se num dos órgãos de informação concelhios de leitura obrigatória para quem procura estar atento à integração do seu concelho na estrutura nacional. Das suas direcções, do seu elenco redactorial, dependeu muito dos caminhos trilhados, das opções informativas. Umas vezes, retraído e conservador, outras liberal e polémico, a sua interacção com o quotidiano concelhio desenvolveu uma mentalidade de, num espírito ecuménico, iluminar a realidade concelhia, sem retrair a liberdade de opinião e a defesa da justiça social. No início do segundo centenário, O Almonda apresenta-se um jornal plural, com excelente aspecto gráfico e uma rede de colaboradores das mais diversas e distintas correntes de opinião, que prenunciam, no difícil mundo da imprensa escrita em reestruturação para defesa da sua sobrevivência em confronto com a incógnita da inteligência artificial, das novas tecnologias e da pantanosidade das redes sociais, uma forma possível, não só de sobrevivência, como de crescimento e segura implantação. O futuro o dirá. Eu acredito.

antoniomario45@gmail.com

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *