Home > Crónicas > Cem anos de história

Cem anos de história

Passo os olhos pelo jornal de 4 páginas e transcrevo algumas notícias com a ortografia da época. Na 1ª: notícias de Olivença e Jerumenha; a abertura das aulas a 28 do corrente mês de Novembro com feriados municipais os dias 5, 6, 7 e 8 de Dezembro; na rúbrica Diz-se: que há menino que arranja para namoro coisa grossa: até parece um pinto ao pé duma galinha. Na 2ª, publicidade vária: Manuel Lopes Pereira (Pataratas), que se encarrega de todos os trabalhos que digam respeito á arte de marcenaria; farmácia Xavier fundada em 1713; A. Florentino Namorado, depósito de Farinhas, Sêmeas, Cereais, Massas Alimentícias, Sabão Petróleo, Carboreto e Tourteaux. Na 3ª: algumas deliberações camarárias: mandou proceder à reparação do engenho do poço público das Lapas; concedeu subsidio a Maria da Conceição, das Lapas, para a criação de dois gémios; acordou em proceder à mudança do cemitério para local apropriado. Na 4ª: notícia de última hora, por notícias recebidas hontem, já não abrem as aulas do dia 28 do corrente, mas sim no próximo dia 3 de Dezembro; A Paz: promovida pelo Sr. Joaquim Alexandre Inácio em honra dos paizes aliados, celebrando essa paz tam anciosamente esperada, saiu terça feira 12 do corrente à noite do Teatro Virginia uma grande manifestação. Em 24 de novembro de 1918 saiu o 1º nº do Almonda, semanário noticioso e literário assumindo-se, no editorial, como fruto da inspiração de um grupo de rapazes que á sua terra muito querem (…) A sua aposta foi vencedora! Semana a semana, ininterruptamente, foram contribuindo para tomar o pulso a esta região. Devemos estar agradecidos a eles e todos os outros que colaboraram, e colaboram ainda, para manter a magia deste jornal secular esperando que se mantenha ainda ao longo de mais ce

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *