Home > Ana Madureira > Sonha alto

Sonha alto

Uma das coisas que mais aprecio fazer é analisar as outras pessoas. Perceber o que estão a sentir e compreender os fluxos de comunicação. Sempre gostei de o fazer, desde miúda. Com a idade adulta, e em virtude da profissão, tornou-se num hábito. Faço-o quase inconscientemente, já. De vez em quando, as pessoas perguntam-me que análise ou conclusões tirei em relação a elas. Costumo responder que poderão não gostar… Mas as pessoas, mesmo assim, pedem para lhes revelar tudo e assim o faço. E neste texto vou fazê-lo a uma mulher que conheço e a quem o prometi.

A partir da próxima linha, este texto é para ela. Mas podem continuar a ler. Decifrar-te não foi assim tão difícil como possas pensar. Decifrei-te em pouco tempo. Vives muito os outros. E para os outros. E pouco para ti. Tens braços capazes de abraçar umas cinquenta pessoas ao mesmo tempo. Não gostas de injustiças e, quando as cometes, rapidamente te arrependes. És uma sonhadora. Mas a dada altura, na tua vida, deixaste de sonhar. Sabias que quando deixamos de sonhar matamo-nos aos poucos? Sabias que de todas as coisas desta vida, as melhores são aquelas que conquistamos depois de sonhar?

Achas que já é tarde para ti. E continuas a viver para os sonhos dos outros e a esquecer os teus. Não te prendas ao que não queres. Não te prendas ao que não te interessa. És tão corajosa e sabes tantas coisas! Não tens medo de nada e quando alguém precisa és a primeira a estender a mão. Da próxima vez, não estendas a mão. Amanhã, quando acordares, lembra-te do que já conseguiste sozinha nesta vida. Estende as tuas asas e voa. Porque a vida passa num sopro. Não tenhas medo de sonhar e de voar. Sonha alto. Vive.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *