Home > Ana Madureira > Imagem das Organizações: o Poder das Pessoas

Imagem das Organizações: o Poder das Pessoas

Com a rapidez de processos, tecnologia e ansiedade nos resultados, muitas organizações tendem a esquecer o importante papel que as pessoas que nelas trabalham desempenham para a construção e manutenção da sua imagem. Os recursos humanos são um dos fatores que compõem a imagem empresarial/organizacional. São o elemento humano principal. São eles que põem a máquina a rodar. Podemos ter a melhor estratégia de comunicação e relações públicas, um orçamento sem limites para essa estratégia e falhar por completo. Antes de mais, antes de educar e formar o nosso público, temos que ouvir quem trabalha na organização. Muitos chefes e diretores alegam que é frustrante e cansativo, pois as pessoas “não vestem a camisola”. Mas muitas das vezes, o que acontece é que se valoriza quem menos “veste a camisola”. É importante, em qualquer organização, apostar numa política de recursos humanos e comunicação interna capaz de motivar, contribuir para
uma liderança saudável e ouvir os colaboradores. (A propósito, não me enganei no termo “colaboradores”, é o termo que me parece adequado, apesar de todas as polémicas que por aí andam). Se é chefe e está a ler este texto, tire uma manhã ou uma tarde para visitar todos os seus colaboradores, nos seus postos de trabalho. Tente perceber melhor o que pensam, o que sentem e se têm propostas que possam tornar a sua organização mais fluida e mais sustentável. Se já detetou colaboradores que falam mal da sua organização, converse em privado com eles e tente esclarecer, deixando bem claro que não admite que o façam. A pior publicidade que uma organização pode ter é a negativa, que muitas vezes é feita pelos colaboradores no exterior. Rodeie-se de quem realmente acredita no projeto. Em breve verá os resultados!

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *