Home > Saúde > O poder dos frutos secos

O poder dos frutos secos

Por: Drª Ana Arnaut

Atualmente, mais de 50% da população portuguesa sofre de excesso de peso, se falarmos em obesidade, esta atinge 28,7% da população sendo este valor superior nas mulheres e idosos. A prática de uma alimentação completa, variada e equilibrada apresenta vários benefícios que vão para além da perda de peso. Fornece a energia e nutrientes necessários ao bom funcionamento do organismo, ajuda à manutenção do nosso estado de saúde físico e mental e contribui para o adequado crescimento e desenvolvimentos das crianças e adolescentes. Nas últimas décadas, o consumo crescente de produtos de origem animal (nomeadamente carne e gordura) e da ingestão calórica teve como consequência o aumento da proporção de doenças crónicas como a obesidade, diabetes, as doenças cardiovasculares, entre outras. A alimentação mediterrânica é, essencialmente, caracterizada pelo predomínio dos produtos vegetais, entre estes a fruta, os produtos hortícolas, cereais, frutos secos e leguminosas, e pelo consumo de azeite como principal fonte de gordura.

O consumo de peixe e laticínios estão presentes neste padrão alimentar mas associados a uma alusão a um consumo moderado. Realça-se o consumo preferencial de carnes brancas (frango, peru e coelho) e ovos e um baixo consumo em frequência e quantidade de carne vermelha, produtos de charcutaria, bem como de açúcar e produtos açucarados. Diversos estudos têm vindo a sugerir a ligação entre a adesão ao padrão alimentar mediterrânico e o seu papel protetor face ao desenvolvimento de doenças como neoplasias malignas, diabetes mellitus tipo 2, síndrome metabólica, obesidade, doenças neurodegenerativas e doenças cardiovasculares. Os frutos secos oleaginosos (nozes, pinhões, amêndoas, avelãs e amendoins) possuem um elevado teor de gordura e um elevado teor energético, no entanto, estudos sugerem que a sua ingestão não resulta em aumento de peso. O seu consumo, segundo uma porção equivalente a uma mão cheia (28g) por dia, é ainda associado a benefícios traduzidos na prevenção de problemas de saúde como a obesidade, as doenças cardiovasculares ou
a diabetes mellitus. Os benefícios deste grupo de alimentos devem-se a vários com- ponentes, como a vitamina E, fibras, fitoquímicos, cobre e o magnésio nutricionalmente valiosos. Os frutos secos podem ser consumidos individualmente como um lanche, servidos como entrada ou adicionados a saladas, iogurtes, batidos ou a diversos pratos. Os frutos secos devem ser preferidos na sua forma natural, sem adição de sal nem açúcar. Saboreie e tire partido dos benefícios desta iguaria que faz parte do património e cultura do nosso concelho. Se tiver dúvidas acerca da escolha de hábitos de vida saudáveis, procure o seu médico assistente, ele vai saber como ajudá-lo. Na USF Cardilium empenhamo-nos todos os dias em ajudar os nossos utentes a manterem-se saudáveis. A par de uma alimentação saudável, a prática de exercício físico é indispensável à manutenção da sua saúde. Aproveite a companhia de quem mais gosta, faça uma caminhada pela capital dos frutos secos, visite a nossa feira e leve para casa uns frutos secos, trate da sua saúde!
O

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *