Home > Vida por cá > Torrejano André Antunes precisa de ajuda para combater cancro

Torrejano André Antunes precisa de ajuda para combater cancro

André Antunes é um torrejano de 39 anos que desde 2016 luta contra um cancro. Na página lançada para angariar fundos para os tratamentos que tem agora de fazer no estrangeiro, os amigos explicam que não foi de ânimo leve que resolveram fazer a exposição pública, que é algo que custa imenso ao André, mas a situação é verdadeiramente crítica e assim o justifica. Procuram angariar fundos para que o André se possa deslocar à Alemanha para fazer tratamentos dispendiosos, já que em Portugal as hipóteses de tratamento estão esgotadas. «Desde o início de 2016 que André Antunes tem enfrentado sucessivas e duríssimas batalhas contra o cancro» lê-se na página criada para angariar fundos. «E em abril deste ano, numa consulta de rotina, com a oncologista, o pesadelo voltou. Tinha metástases na zona pélvica, fígado e pulmão, este num estado muito inicial. Pulmão e fígado foram “queimados” mas tal não era possível na zona pélvica. Tanto o IPO Porto, o IPO Lisboa e o Curry Cabral comunicaram-lhe que não havia solução para o problema; a quimio foi tentada uma última vez, com efeitos terríveis e a perceção imediata de que a sua continuação poderia ser fatal. Todas estas dificuldades têm sido ultrapassadas à custa da imensa força do André, mas chegou- -se ao momento em que a todas as dificuldades se juntam as monetárias. Já há algum tempo que a oncologista lhe tinha indicado a existência de uma clínica na Alemanha para tratamento baseado em células dendríticas, mas foi deixada para último plano precisamente devido aos custos. A vacina das células dendríticas é produzida com o sangue do próprio doente, que após tratado em laboratório, é devolvido ao doente contendo as informações necessárias que são transmitidas ao sistema imunitário. São necessárias no mínimo 4 vacinas, dadas num intervalo de 4 a 6 semanas para que o sistema imunitário esteja suficientemente forte e informado para combater o tumor. Na primeira vez que o doente vai à Alemanha (dia 1 de outubro, no caso do André), fica cerca de 10 dias; nas vezes seguintes, 3 a 4. Cada paciente tem a sua terapêutica definida aquando da primeira consulta na Alemanha. Cada vacina custa 5155,66€. A este valor acrescem mais 4000€ para a leucoferese, que só se faz na 1ª ida à clínica. Neste momento não se sabe com exactidão o custo total dos tratamentos, mas o valor nunca será inferior a 32000€. Uma vez que o caso é bastante grave, ele vai ser seguido pelo Dr. Thomas Neßelhut, pioneiro nesta área. A este valor acrescem viagens, estadia, aluguer de carro, alimentação e suplementos. Neste momento ele já gasta cerca de 360€ por mês em ozonoterapia + suplementos (cerca de 200€), que lhe aliviam as dores e lhe permitem continuar a trabalhar (algo extremamente difícil de convencer o André a abdicar fazer)». Os amigos explicam que esta é a derradeira e melhor hipótese de tratamento que o André tem, e queremos fazer tudo o que esteja ao nosso alcance para que ele a aproveite. E pedem, «Caso tenham a possibilidade de contribuir, não hesitem em fazê-lo.

 

Conta bancário do André IBAN: PT50 0018 000338942637020 26 Swift Code/BIC:TOTAPTPL (André Antunes) Página de internet de apoio: www.gofu

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *